A volta por cima

Craque da rodada, Lomba comemora volta por cima após semestre de crise


 

 

Na partida do último sábado, goleiro defendeu dois pênaltis diante da Ponte Preta e foi eleito o craque da rodada #7 do Campeonato Brasileiro

Segundo tempo da partida entre Ponte Preta e Bahia. Fora de casa, o Tricolor lutava para não tomar gols e se manter entre os primeiros colocados da tabela de classificação. No centro do confronto, Marcelo Lomba e William. Em duas oportunidades, o atacante teve a chance de abrir o placar para a Macaca, mas parou em um paredão. Em duas cobranças de pênalti, o goleiro levou a melhor (assista os 2 pênaltis defendidos nos vídeos ao lado).

– Realmente estou feliz, porque primeiro pude ajudar o Bahia a conquistar um ponto. O jogo contra a Ponte Preta foi muito difícil, principalmente no segundo tempo. Fico feliz de voltar a dar alegria para a torcida do Bahia. Conquistamos quatro pontos fora de casa, pontos muito importantes. Fico feliz de estar com a confiança de volta, poder agarrar bem. Sei que pegar dois pênaltis não quer dizer que serei pior ou melhor. Vou continuar trabalhando. Altos e baixos acontecem na carreira de todos. Sei quem eu sou, sei as pessoas que estão comigo, e o mais importante é que o Bahia está bem. O torcedor voltou a vestir a camisa com orgulho, e sei que vai apoiar o time – comemorou Lomba nesta segunda-feira.

Ciente da oscilação do mundo do futebol, o goleiro relembrou a crise instalada no clube no início do ano. Na ocasião, o jogador chegou a ser afastado do grupo tricolor, após uma invasão ao Fazendão, realizada por membros de uma torcida organizada que exigiam, entre outros pontos, a dispensa de alguns atletas. Entre eles, o goleiro que sagrara-se herói do título estadual de 2012 e craque da rodada #7 do Brasileirão 2013.

– No momento que as coisas não aconteceram, me refugiei na minha família, principalmente no meu filho. Quando acontece isso, o homem fica mais forte. Estou mais forte. Dei a volta por cima no campo. Acho que a grande questão da situação foi a torcida estar acostumada a me ver salvando o time. Talvez nesse início de ano eu não tenha correspondido às expectativas. Agora estou conseguindo mostrar meu trabalho dentro de campo – disse Lomba.

Marcelo Lomba comemora pênalti defendido diante da Ponte Preta

Marcelo Lomba comemora penalti defendido, Ponte Preta x Bahia (Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press)

O jogador ainda destacou o trabalho árduo que realiza diariamente para realizar defesas com as da última partida. Para ele, a boa atuação foi fruto de muito treinamento no Fazendão.

Lomba se diz contente por ter ajudado a resgatar o orgulho do torcedor tricolor

– A torcida me cobrava por essas defesas de pênaltis. Grandes goleiros têm esse talento também. Cada um tem uma particularidade. O Dida é um pegador nato. Nem por isso outros que não pegam não são grandes goleiros. Treino muita cobrança de pênalti e sou um cara que me cobro muito. Aconteceu de pegar esses pênaltis no momento certo. Pelo destino, peguei logo dois. Sinal de que tem que estar preparado para aproveitar a oportunidade.

– Sempre encarei, quando fui criticado eu absorvi o que era bom. Comi grama, fiz o que tinha que fazer e é bom dar essa resposta. Me enche de orgulho. Acima de tudo, agora tem que ter os pés no chão. No futebol, tem que provar que tem potencial todo dia. Novas falhas podem acontecer, mas depois delas vão vir vitórias. É necessário ter os pés no chão e manter a humildade – completou.

No entanto, a importância do empate com a Ponte Preta não se encerra nas quatro linhas. Para Lomba, o resultado teve um sabor especial: era o dia do aniversário do jogador, que completava dois anos. E foi para o pequeno que o Paredão tricolor dedicou as grandes defesas que realizou no Moisés Lucarelli.

– Meu filho é meu amor. Hoje eu tive um momento com ele, que é apaixonado por futebol. Se identifica muito com o Bahia. Veste camisa, joga bola com os bonecos. Fala que papai defendeu, que é um goleirão. Fico feliz por ele estar me acompanhando. Nem podia imaginar que daria um presente tão grande para ele, que ainda não entende. Daqui a algum tempo, ele vai ver e ter ideia da dimensão disso – finalizou.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Tamires Fukutani e Thiago Pereira – GLOBOESPORTE.COM

Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press e Margarida Neide | Ag. A TARDE