Publicidade

Em clássico movimentado, Bahia empata com o Vitória e mantém invencibilidade contra rival

Com o resultado, o Tricolor chega a dez jogos de invencibilidade contra o seu maior rival, que não vence um Ba-Vi desde abril de 2017

Na tarde deste domingo (11), o Bahia empatou em 2 a 2 com o rival Vitória, no Barradão, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Tricolor chega a dez jogos de invencibilidade contra o seu maior rival, que não vence um Ba-Vi desde abril de 2017.

O Vitória ficou duas vezes na frente do placar, com dois gols de Léo Ceará, mas o Bahia buscou o empate nas duas oportunidades, primeiro com Nilton e depois com Ramires.

Com o empate, o Tricolor subiu para a 10ª posição do campeonato, com 41 pontos. Já o rubro-negro segue na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 35 pontos conquistados.

O Bahia volta a campo na próxima quarta-feira (14), às 20h (horário de Salvador), quando enfrenta o Ceará, na Arena Fonte Nova, pela 34ª rodada do Brasileirão.

O JOGO

Primeiro tempo

O Ba-Vi começou tenso e logo no primeiro minuto, tivemos o primeiro cartão amarelo do jogo, quando Léo Ceará, do Vitória, abriu os braços e acertou o rosto de Douglas Grolli, zagueiro tricolor.

Logo aos sete minutos de jogo, o Vitória aproveitou o fator casa e abriu o placar da partida. Marcelo Benítez cobrou escanteio na primeira trave, a defesa do Bahia não afastou e Léo Ceará, quase na pequena área, cabeceou sem chances para o goleiro Douglas.

Aos 17, o Vitória quase ampliou: em novo cruzamento de Benítez pela esquerda, Léo Ceará cabeceou livre e a bola passou perto da meta de Douglas.

Aos 25, o Bahia precisou fazer a sua primeira alteração. O lateral-direito Nino Paraíba sentiu uma lesão e precisou ser substituído por Bruno.

O Bahia não vinha fazendo uma boa partida, errando passes, cometendo muitas faltas e não conseguindo criar chances concretas de gol. Até que veio o gol de empate.

Aos 38, Ramires cobrou falta na área e Nilton deu um leve desvio de cabeça, para tirar do goleiro Ronaldo. Era o empate do Tricolor!

Aos 44, o Bahia teve uma ótima chance para virar o jogo. Léo recebeu passe na entrada da área e bateu forte, mas a bola passou ao lado do gol de Ronaldo.

Publicidade

Segundo tempo

A segunda etapa começou como a primeira terminou: com uma grande chance do lateral-esquerdo do Bahia. Logo no primeiro minuto, após falha da zaga rubro-negra, Léo bateu forte, a bola desviou em Ramon e passou perto do gol.

Aos sete, chance clara para o Tricolor. Após escanteio na área, Grolli tenta o chute, a zaga do Vitória tenta afastar e a bola sobra Júnior Brumado, que acertou a trave.

Brumado desperdiçou nova chance cinco minutos depois. Após escanteio na área, o goleiro Ronaldo saiu mal do gol, e o atacante tricolor apareceu livre, mas não conseguiu desviar na direção do gol.

Após o Bahia desperdiçar estas chances, a equipe sofreu com o ditado “quem não faz, leva”, e o Vitória, que pouco fazia na segunda etapa, voltou a ficar na frente.

Aos 21, Marcelo Benítez deu chutão para frente e a bola parecia dominada pelo zagueiro Douglas Grolli, mas ele furou feio e a bola sobrou para Léo Ceará, que saiu na cara de Douglas e não desperdiçou.

Mas pouco depois, aos 25, o Bahia voltou a empatar o clássico. Após cruzamento na área, Ronaldo errou novamente na saída do gol, Edigar Junio tentou a bicicleta e a bola sobrou para Ramires desviar para o gol vazio.

A última chance da partida foi do Vitória. Aos 43, após cruzamento, Neilton dominou e chutou com perigo. Douglas Grolli conseguiu o desvio de cabeça para botar a bola pela linha de fundo.

FICHA TÉCNICA
Vitória 2×2 Bahia
Campeonato Brasileiro – 33ª rodada
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Horário: 16h (de Salvador)
Data: 11/11/2018 (domingo)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Assistentes adicionais: Thiago Luis Scarascati (SP) e Adriano de Assis Miranda (SP)

Cartões amarelos: Léo Ceará, Marcelo Benítez (Vitória) / Gregore, Junior Brumado, Nilton (Bahia)

Gols: Léo Ceará (7/1º e 21/2º), Nilton (38/1º) e Ramires (25/2º)

Vitória: Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Ramon e Benitez (Fabiano); Willian Farias, Léo Gomes, Arouca (Yago); Lucas Fernandes, Erick (Neilton) e Léo Ceará. Técnico: João Burse.

Bahia: Douglas; Nino (Bruno), Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Nilton, Ramires, Zé Rafael (Flávio) e Élber; Júnior Brumado (Edigar Junio). Técnico: Enderson Moreira.

Publicidade

33ª rodadaBa-ViBahiaCampeonato BrasileiroEsporte Clube BahiaNoticias do Bahia
Comentários (0)
Comentar