Publicidade

Focado no Bahia, Ramires admite que sentiu medo de ter gol anulado

Em seu primeiro Ba-Vi como profissional, jovem meia fez um gol e deu uma assistência

Neste domingo (11), o Bahia empatou em 2 a 2 com o rival Vitória, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro. O meia Ramires, que jogou o seu primeiro Ba-Vi como profissional, marcou o gol que selou o empate do Tricolor, aos 25 minutos do segundo tempo. Porém, o lance causou uma certa polêmica, já que o time do Vitória reclamou acintosamente de impedimento do jovem jogador. Mas a arbitragem validou o gol e o meia pôde dançar o reggae em homenagem ao seu pai, que faleceu há dois anos.

Ramires estava traumatizado, já que, contra o Atlético-PR, pela Copa Sul-Americana, teve o seu gol anulado pelo VAR após a sua comemoração. Em entrevista ao site Bahia Notícias, jovem atleta admitiu que sentiu medo de ter o seu gol no clássico anulado pela arbitragem:

Fiquei com medo. Contra o Atlético-PR foi a mesma coisa, dancei o reggae e depois anularam, mas graças a Deus foi um gol legal, assim como o do Atlético foi.

Estreando em Ba-Vi’s, Ramires fez um gol e deu uma assistência. Ele declarou que esta atuação ficará para sempre guardada na sua memória:

Publicidade

Vai ficar guardado para sempre. Feliz de ajudar a equipe com um gol e gratificante por homenagear meu pai que se foi. Infelizmente não pude no primeiro gol pela euforia, mas guardei para um momento especial.

Ramires também falou sobre o suposto assédio de clubes europeus. O atleta afirmou que está completamente focado no Bahia neste fim de temporada:

Também fiquei sabendo, vi notícias. Mas estou focado no Bahia nesse fim de temporada.

Com o empate, o Bahia segue na 11ª posição do campeonato, com 41 pontos. O Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira (14), às 20h (horário de Salvador), quando enfrenta o Ceará, na Arena Fonte Nova, pela 34ª rodada do Brasileirão.

Publicidade

33ª rodadaBa-ViCampeonato BrasileiroEntrevistaEsporte Clube BahiaNoticias do BahiaRamiresVitória
Comentários (0)
Comentar