Apesar de reclamar de pênalti, Vinícius admite: Não pode ser desculpa

Vinícius comemora gol marcado contra o Palmeiras (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

A derrota do Bahia diante do Palmeiras na tarde deste domingo (18) foi marcado pela polêmica. Durante o jogo na Arena Fonte Nova, a arbitragem comandada por Rodolpho Toski Marques (PR) acusou uma penalidade máxima inexistente a favor do Palmeiras, convertida em gol por Roger Guedes no primeiro tempo.

Depois do revés concretizado com o placar de 4 a 2 a favor do alviverde paulista, o meia Vinícius reclamou do lance, mas deixou claro que a marcação não pode servir como justificativa para a derrota.

“Complicado, né? A gente sabia da qualidade do Palmeiras. Acredito que não foi pênalti, nossa diretoria falou. Aí dificulta, mas não podemos colocar como desculpa. Time deles foi superior, fizeram as chances que tiveram. Agora é pensar no Corinthians. Vamos em busca dos pontos perdidos em casa”, declarou, em entrevista à Rádio Metrópole.

Com a derrota, o Bahia segue com 10 pontos conquistados na competição nacional. A próxima partida do Esquadrão será na próxima quinta-feira (22), contra o Corinthians, na Arena Corinthians.

Fonte: Bahia Notícias

Leia também:
Por erro na medição da sede de praia, Bahia pode receber mais R$ 9,1 milhões
Destaque do Bahia, Mendoza confessa em entrevista: Eu era mais rápido
Após derrota para o Bahia, Vasco demite o técnico Milton Mendes
Análise: com prazo no fim, o que a direção precisa avaliar para efetivar Preto Casagrande