Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Apocalípse now ou apenas mais um ensaio sobre a cegueira II

0

Sempre ouvimos falar de fatos históricos que se não estivéssemos vivenciando, diríamos que é MENTIRA

Se este projeto de escriba estivesse em estado de coma profundo durante vários anos, Acordasse repentinamente no dia do lançamento do Bahia da Torcida, colocassem à sua frente a história do Bahia nos últimos SETE anos, diria sem medo de errar, que estaríamos assistindo ao fim dos tempos e que havia acordado apenas para presenciar o APOCALIPSE.

São SETE as ciências naturais, são SETE as virtudes, são SETE os pecados capitais, assim como são SETE os sacramentos, Os chacras, as notas musicais, os gênios persas, os arcanjos judaico-cristãos e o placar que sempre vemos nas goleadas que tomamos. Cruzeiro, Santos, Ferroviário e o Vice. Afinal de contas, fomos HEPTA em priscas eras.

No próprio cristianismo vamos encontrar o SETE na base da sua principal oração. O padre-nosso inicia com uma invocação e termina com uma dedicatória. Entre o princípio e o fim vamos encontrar SETE petições: 1- Santificado seja o Vosso nome; 2 – Venha a nós o Vosso reino; 3 – Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu; 4 – O pão nosso de cada dia nos dai hoje; 5 – Perdoai as nossas dívidas assim como perdoamos aos nossos devedores; 6 – Não nos deixeis cair em tentação; 7 – Livrai-nos do mal.

Como vemos, das sete petições presentes no padre-nosso às três primeiras são dirigidas a Deus e as quatro seguintes ao homem. Isso nos remete a outro mistério que cerca o número SETE enquanto número da Criação. O SETE é a junção do 3 (divino) e do 4 (físico e humano). No Livro da Gênesis, vimos que Deus, ao criar o mundo, dedicou os três primeiros dias à criação dos “CAMPOS” onde as criaturas agiriam nos quatro dias restantes.

Tudo é futebol? Agora: Campos?

Biblicamente falando, poderíamos citar os SETE selos de São João. Um conceito da escatologia cristã, que vem do Livro do APOCALIPSE. Onde um livro com SETE selos é descrito em Apocalipse 5:1: << Os SETE Selos foram abertos pelo LEÃO de Judá. Apocalipse 5:5 diz: “E um dos anciões disse até mim: Não chores eis que o LEÃO da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para ABRIR O LIVRO e desatar os SETE selos.” >>.

Primeiro Selo – Conquista mundial, Cavalo branco; Segundo Selo – Conflito e guerra, Cavalo vermelho; Terceiro Selo – Fome e escassez, Cavalo preto; Quarto Selo – Morte, Cavalo Amarelo; Quinto Selo – Visão do martírio, ou mártires; Sexto Selo – Perturbações “cósmicas” ou sinais do céu, e a marcação dos 144 mil; SÉTIMO Selo – Soar das SETE trombetas dos SETE anjos e o Juízo Final.

OBSERVEM: “SETE, LEÃO, ABRIR O LIVRO…”. Tudo tem a ver com o Bahia. Não é coincidência.

Os SETE selos (Apocalipse 6:1-17; 8:1-5), SETE trombetas (Apocalipse 8:6-21; 11:15-19) e SETE taças (Apocalipse 16:1-21) são três séries de julgamentos de Deus que são diferentes e consecutivas. Os julgamentos progressivamente pioram e se tornam mais devastadores à medida que o fim dos tempos progride. Os SETE selos, trombetas e taças estão conectados uns aos outros – o SÉTIMO selo inicia as SETE trombetas (Apocalipse 8:1-5), e a SÉTIMA trombeta inicia as SETE taças (Apocalipse 11:15-19; 15:1-8).

Socorro!! Nossa hora estará chegando?

Devem ter ocorrido milênios neste planeta sem que um único átomo tenham se mexido. Porém, numa semana, em SETE dias apenas, quantas coisas aconteceram. A perda vergonhosa do Campeonato Baiano. A desclassificação na Copa do Brasil. A maravilhosa campanha SEM LÍDERES do “público Zero”. O lançamento fulminante do Bahia da Torcida. A MANIPULADA e frustrada CPI da ALBA. A expectativa da Intervenção Judicial e o Contra-ataque mortal de MGF.

SETE fatos… Cristo Redentor! Meu Deus! Não para.

Após a decantada manifestação do “Público zero”, vimos o fulminante surgimento do “Bahia da Torcida” no sexto dia da semana (Ops! Não foi no sétimo? Ah, tá! No SÉTIMO Deus descansou). Deveria ter como símbolo o Superman. Haja vista, ter aparecido mais rápido que uma bala e mais forte que um trem. Brilhantemente criado pelo detentor das contas publicitárias do Governo do Estado e da AFN. Esta última, parceira de SÉTIMA hora do E. C. Bahia, com as famosas CLÁUSULAS DE CONFIDENCIALIDADE embutidas.

Será que são SETE cláusulas?

O movimento surgiu forte, arrebanhou consciências, lavou cérebros, direcionou pensamentos e formatou condutas. Evitou catástrofes políticas e econômicas que estavam na iminência de ocorrer. Os prejuízos seriam incalculáveis e já foram expostos no texto anterior. O que me chamou a atenção foi a apresentação após SETE dias, de SETE pontos fundamentais e inegociáveis a serem reformados no Bahia. Dominaram a tudo e a todos. Já tem gente torcendo para eles e não mais para o time.

Estão gozando com minha cara?

A campanha Bahia da Torcida é tão poderosa que, breve, quando eles MANDAREM todos voltar a frequentar, veremos a fundação de um Bloco de carnaval, vendas de Camisas, bonés, pochétes e até vibradores com SETE polegadas. Tudo vendido a preço de Tomate nas dependências da Arena. Realmente, é o maior hipnótico já inventado desde o “Bolsa-família”. Vai servir para tudo.

O tamanho do vibrador está satisfatório? É para ser usado na Segunda divisão. Eles “recebem” sugestões.

Como sabemos, políticos são ávidos pelos braços do povo. Não perdem uma oportunidade. O PT através de seu Governador e aliados começou a questionar a legitimidade de MGF à frente do Bahia. Atacaram merecidamente, de todas as formas, em entrevistas, discursos e nas redes sociais. “Pongaram” na CPI do futebol baiano requerida por Uziel Bueno no primeiro momento, para depois, vergonhosamente, capitularem. Todos eles. Seria melhor fingir que estavam mortos. Quem sabe não rezaríamos pelas almas perdidas.

Então o “Império Contra-ataca”: MGF, “bom desportista” que é, questionou o Governador sobre sua gestão na área esportiva: Principalmente Pituaçu, AFN e suas “licitações”, além da perdulária EMBASA e as relações com a FBF. Não obteve resposta. Admoestou a 1ª Dama e lembrou seus “joggings”. Nenhuma feminista fanática do Governo saiu em sua defesa. Depois, chamou a Senadora Lídice da Mata de “Prefeita dos Ratos”. “Peraí! Quem são os RATOS dessa história? Questionou Pelegrino sobre as mortes na Secretaria da Saúde. Quem está matando o Bahia? Só ouvimos o silêncio de todos.

Quem está com medo então? Por isso a CPI não saiu? Chamem a Polícia Montada.

Daí vem o mais estranho: MGF só poupou ACM Neto, cujo grupo manteve as assinaturas no requerimento da falecida CPI até a saída do féretro. Os Governistas, fortemente ofendidos pelo “Presida” do Bahia, retiraram não 5, 6 ou 8 assinaturas. Retiraram SETE. Numero que permeia toda esta Ópera Bufa. O mesmo número da goleada sofrida pelo nosso maltratado “E. C. BAHIA” (SETE letras) para o VITÓRIA (SETE letras) quando da acachapante GOLEADA (SETE letras). Que DERROTA! (SETE letras).

Setes? Acho que vou enlouquecer. Pior é que a ironia, ninguém percebeu. Deputado Marcelo Nilo é um brincalhão que quer ser Governador. Como é buRro-Negro, só conseguirá tentar ser Vice.

Luis Peres é Colunista da UTB – União Tricolor Bahia.

Sua Majestade “Presida” MG Filho “Deputa”, num ato heroico, recheado de cinismo explícito, percebendo que o PT e seus escorts estavam devidamente recolhidos às catacumbas do medo, ressurgiu lépido e fagueiro afirmando que queria a CPI e que as contas do clube estavam à disposição de quem quisesse. Porém, lembrou que queria a apuração de tudo, e que possuía alguns documentos… Se isso não for chantagem

São muitas informações ao mesmo tempo. Seguramente, nem Nelson Rodrigues, autor de “Os SETE gatinhos” e outras obras “subversivas”, talvez conseguisse escrever enredo tão imaginativo. Que colocasse as pessoas e seus ideais em xeque. Atirasse na testa daqueles que vivem procurando motivos para apresentar a Síndrome do Turmismo e do Fofismo. (Ainda vou transformar isto numa tese acadêmica). A SÉTIMA Torcida mais “respeitada” do Brasil esta de cócoras e sofrendo de “encarceramento Bovinista”.

Se a Leiaute que criou o Bahia da Torcida, possui ainda, simultaneamente, as contas do Governo do Estado e da AFN, que tem o Bahia, através de seu Presidente signatário, como o principal produto e agora, andam pelas rádios com a OPOSIÇÃO dando entrevistas, Quero saber: Quando será o Churrasco no Boi Preto que terá a Torcida enfiada no espeto? Para mim, estão todos juntos e mixxxturados. “Menas” o Governador e Geddel. Estes não se bicam. Mesmo não sendo Tucanos. Vale o RT também a tudo isso. Cabe.

Vocês receberam SETE gozações de SETE pessoas diferentes e não perceberam.

Quando acordarem, fiquem com meu bom dia. Leviatã ou Lotã se preferirem, o monstro de SETE cabeças, continua no poder, já foi “trabalhar” e receber seu pró-labore.

Estamos nas mãos dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse? MGF, Empreiteiros, políticos e Justiça. Representam a Peste, Guerra, Fome e Morte. A peste das mentiras e interesses escusos. A GUERRA pela retomada do nosso clube. A FOME de triunfos e títulos. A luta para não ver a MORTE da nossa paixão. Uns acreditam no BAHIA DA TORCIDA ou na OPOSIÇÃO do Bahia. Outros no PT ou em MGF. Alguns outros na JUSTIÇA. Tem ainda, quem acredite nos políticos em geral. Eu prefiro acreditar em PAPAI NOEL. É mais REAL…

PRORROGAÇÃO

Presidente do Botafogo BA detonou esquema da #AFN. Custo unitário do Ingresso: R$ 2,20. Quadro móvel: R$ 108.000,00. Gostaria de saber, sem querer incomodar, é claro, qual é a empresa que produz este ingresso preparado a folhas de ouro? Também, se um “quadro móvel” a este custo são: executivos, médicos, advogados e engenheiros poliglotas que fazem parte?

Foram muitos SETES ao longo deste enfadonho texto. Nenhum eu inventei. Se fosse no “palitinho”, diria que: Quem pede 4, pede SETE. Pois SETE e SETE são 14, com mais SETE, 21, disputamos campeonatos, não ganhamos nenhum. SETE é conta de mentirosos. Perderam Playboys!!! Mãos ao alto! Passem o redondo ou fujam para as montanhas. Os “vaqueiros” estão chegando para conduzi-los ao paraíso.

Se nos salvar-nos é por responsabilidade dos Vices.

Neste texto, tem um “monte de kibações” explícitas. Fi-lo por que qui-lo. Sem mais…

 

Leia também:
Público Zero: Pouca esperança em campo, mas muita determinação com as Hashtags
Presidente tricolor anuncia mudanças e rechaça renúncia: Chance zero
Com seis mil pessoas na Fonte Nova, oposição lança ‘Bahia da Torcida’
Protesto contra presidente do Bahia reúne 6.000 na Fonte Nova

 

Luis Peres é Colunista da UTB – União Tricolor Bahia.

@BahiaClub – União Tricolor Bahia

Comentários
Carregando...