Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia 1 x 0 Atlético Nacional – Penaltis – Melhores Momentos

0

Nos pênaltis, Bahia é eliminado da Sul-Americana pelo Nacional-Col

Tricolor vence partida por 1 a 0 no tempo regulamentar, mas perde por 4 a 3 nos pênaltis, na Arena Fonte Nova. Nacional enfrenta agora o São Paulo

DESTAQUES DO JOGO

  • esperto

Hélder

O volante hélder conseguiu aproveitar uma falha da zaga do time colombiano, logos no início da partida, e fez o gol da vitória tricolor no tempo regulamentar.

  • Paredão

Marcelo Lomba

O goleiro do Bahia fez grande partida e garantiu o triunfo tricolor durante o tempo normal. Lomba ainda defendeu uma cobrança de pênalti do Nacional de Medellín.

  • A decepção

Pênaltis

Souza e Fabrício Lusa não conseguiram passar pelo goleiro Armani, e o Bahia acabou derrotado por 4 a 3 nas penalidades, na Fonte Nova.

A CRÔNICA

A aventura do Bahia em terras estrangeiras, em 2013, chegou ao fim nesta quinta-feira. Pela Sul-Americana, o Tricolor venceu o Nacional de Medellín, na Arena Fonte Nova, por 1 a 0 – mesmo placar do jogo de ida –, mas foi eliminado nos pênaltis. Hélder fez o gol com a bola rolando. Ele só não contava que Souza e Fabrício Lusa desperdiçariam as oportunidades no pênaltis. Com a derrota nas penalidades por 4 a 3, o time baiano deixou o torneio continental. O Nacional, classificado às quartas de final, agora enfrentará o São Paulo.

BELAS DA TORCIDA:

A Bela Tricolor Katiely Kathissumi conta com seu voto

Não deixe de ler:

Bahia x Atlético Nacional (Col) – Ficha Técnica

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Com a eliminação na Copa Sul-Americana, o Bahia agora volta todas as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Tricolor não vive bom momento na competição nacional. São três derrotas consecutivas e a 16ª colocação – apenas três pontos a mais que o Vasco, primeiro clube na zona de rebaixamento.

O próximo compromisso pelo Brasileirão será neste domingo, contra o Atlético-PR, também na Fonte Nova. Ao contrário desta quinta-feira, o Tricolor deve ter força máxima. Titi, Raul, Feijão, Rafael Miranda e Marquinhos foram poupados contra o Nacional e devem voltar ao time diante do Furacão.

Souza Bahia e Nacional de Medellín (Foto: Felipe Oliveira / Agência estado)

Souza desperdiça cobrança de pênalti contra o Nacional-COL

Hélder coloca o Tricolor em vantagem

O Bahia não estava com seu time principal. A força máxima foi poupada para evitar o pior no Brasileirão. Mas a vontade demonstrou ser a mesma. Durante o primeiro tempo, o Tricolor pressionou o Nacional de Medellín e não deu espaços nos instantes iniciais. O resultado foi uma falha de Mejía, que resultou em um belo gol de Hélder logo aos quatro minutos.

A vontade, por si só, não foi suficiente para o Bahia resolver o jogo nos 45 minutos iniciais. Melhor tática e tecnicamente, o Nacional passou a mandar no jogo. Explorou inversões pelas laterais e exigiu ao menos duas defesas importantes de Marcelo Lomba, que foi seguro e garantiu o triunfo parcial do time baiano.

Marcelo Lomba garante o 1 a 0, mas não a classificação

O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro. A disparidade foi a ausência do gol do Bahia nos minutos iniciais. De resto, o cenário se repetiu. O Nacional de Medellín atacava, e o Tricolor era salvo por Lomba no gol.

O goleiro, aliás, foi fundamental na segunda etapa. Uribe, Medina, Cárdenas e Mejía tentaram, mas o paredão tricolor fez bem seu papel e garantiu a vitória por 1 a 0. Ao final dos 90 minutos, a decisão seria decidida na cobrança dos pênaltis

A vaga nas quartas de final foi decidida na tensão da Arena Fonte Nova. Marquinhos, Talisca e Fahel converteram as cobranças. Marcelo Lomba defendeu o chute de Cádernas, mas Souza e Fabrício Lusa pararam em Armani. Fechando o placar das penalidades em 4 a 3, Medina, Valencia, Uribe e Bernal garantiram o triunfo colombiano.


Pênaltis

Bahia: Marquinhos (O) – Souza (X) – Talisca (O) – Fabrício Lusa (X) – Fahel (O)

Nacional: Medina (O) – Cárdenas (X) – Valencia (O) – Uribe (O) – Bernal (O)


Bahia x Atlético Nacional (COL) – Copa Sul-Americana – Oitavas de finais (volta)


Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 24/10/2013

Árbitro: Diego Abal (ARG)

Auxiliares: Hernan Maidana e Ezequiel Brailovsky (ARG)

Gols: Bahia: Hélder

Público: 9.408

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca (Titi), Demerson e Jussandro; Fahel, Fabricio Lusa e Hélder; William Barbio (Talisca), Souza e Obina (Marquinhos).

Técnico: Cristóvão Borges.

Nacional: Armani; Nájera, Henríquez e Murillo; Mejía, Medina, Guisao (Diaz), Bernal, Valencia e Cárdenas; Duque (Uribe).

Técnico: Juan Carlos Osório.


Fonte: GE.COM

Foto: Felipe Oliveira / Agência estado – Eduardo Martins | Ag. A Tarde

Comentários