Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia 1 x 1 Atlético-PR – Melhores Momentos – Ficha Técnica

7

Bahia cede empate ao Atlético-PR e aumenta jejum de triunfos

De novo, na Arena Fonte Nova, o torcedor do Bahia sai de cabeça inchada. Apesar da superioridade numérica desde o primeiro tempo, quando Bruno Silva foi expulso, o tricolor baiano não soube aproveitar a vantagem e apenas ficou no empate com o Atlético Paranaense, na tarde deste domingo (27), em 1 a 1. O esquadrão aumenta para quatro o número de rodadas sem vencer. Mas, mesmo com o empate dentro de casa, aumentou a vantagem para Ponte Preta, primeiro time na zona do rebaixamento.

Agora, com uma semana de treinamentos, o Bahia só volta a jogar no próximo domingo (3), às 17h30 (horário da Bahia), contra o Grêmio, na cidade de Porto Alegre.

Atlético-PR começa melhor

Cristóvão Borges surpreendeu na escalação. O zagueiro Titi, titular em quase toda temporada, perdeu o posto de titular após uma sequência de fracas partidas, principalmente contra Goiás e Flamengo. Chance para Demerson, mais uma vez, atuar ao lado de Lucas Fonseca.

A mudança na defesa não impediu que, na jogada aérea, o Atlético-PR criasse a primeira chance da partida. Aos 6, no escanteio cobrado por João Paulo, o zagueiro Luis Alberto cabeceou por cima da meta. O time paranaense era melhor. Aos 9, Ederson teve liberdade dentro da grande área e, de bico, finalizou. O arremate passou muito próximo ao poste direito, assustando Marcelo Lomba.

O Bahia repetiu o futebol das últimas rodadas. O meio de campo, sem criatividade, era incapaz de abastecer os homens de frente. William Barbio e Obina foram figuras apagadas nos primeiros 20 minutos.

Aos 21, em enfim, o tricolor chegou com perigo. De fora, Rafael Miranda arriscou e Weverton espalmou para fora. Na cobrança do escanteio, Obina subiu sem marcação e testou para o chão. A bola tinha o endereço certo se não fosse o goleiro atleticano que, de maneira espetacular, defendeu.

Bahia com jogador a mais

Defensivamente, após um início ruim, o tricolor melhorou. Compactou mais a defesa e diminuiu os espaços para o time adversário. Lá na frente, porém, a falta de inspiração continuou igual. Muito poucas oportunidades e jogadores como Marquinhos e Hélder, responsáveis por dar mais qualidade ao setor, apagados.

De maneira semelhante ao que aconteceu no jogo contra o São Paulo, na última rodada, o Bahia ficou com um jogador a mais desde o primeiro tempo. Aos 38, após um carrinho por trás em Rafael Miranda, o volante Bruno Silva foi punido com o cartão vermelho direto.

O Bahia logo chegou perigo. Aos 41, Raul recebeu passe de Hélder e mesmo sem ângulo arriscou. O goleiro Weverton estava bem posicioando e espalmou para fora.

Bahia cede empate ao Atlético-PR e aumenta jejum de triunfos

Bahia muda duas vezes e abre o placar

No intervalo, após ser muito vaiado no primeiro tempo, Madson  não voltou para o segundo tempo. O mesmo aconteceu com Marquinhos. Esse, porém, sentiu incômodo muscular na coxa.

Aos 3 minutos, um dos escolhidos por Cristóvão para entrar em campo, o meia Anderson Talisca brilhou. Percebeu a movimentação de Obina e fez um excelente lançamento. O centroavante recebeu em posição legal e, de frente para Weverton, tocou por cobertura: Bahia 1 a 0.

BELAS DA TORCIDA:

A Bela Tricolor Katiely Kathissumi conta com seu voto

Não deixe de ler:

Barcelona 2 x 1 Real Madrid – Él Clásico – Gols

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Atlético-PR empata

A vantagem do Bahia demorou pouco tempo. Aos 11, de novo pelo setor esquerdo da defesa, o tricolor vacilou na marcação e levou o gol de empate. Delatorre, nas costas de Raul, cruzou rasteiro e encontrou Ederson, que antecipou Lucas Fonseca e deixou tudo igual na Fonte Nova.

O Bahia buscou a reação e esbarrou em Weverton. Em dois chutes de fora, com Hélder e William Barbio, o goleiro atleticano defendeu. Foi uma sucessão de chutes sem direção. Feijão, duas vezes, Anderson Talisca e Obina. Sem conseguir se aproximar do gol, em virtude da forte marcação paranaense, os jogadores do Bahia resolveram arriscar de fora, na maioria sem sucesso.

Bahia com 10

O desespero que tomava conta das arquibancadas atingiu os jogadores em campo. Faltando dez minutos, depois de tentar agredir o adversário João Paulo, o volante Hélder foi expulso. Dez atletas para cada lado.

Aos 42, em jogada individual, o atacante Ciro quase marcou o segundo paranaense. O ex-jogador do Bahia driblou Demerson, entrou na área e bateu cruzado para grande defesa de Marcelo Lomba.


Bahia 1 x 1 Atlético-PR – Série A – 31ª rodada do Campeonato Brasileiro


Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 27/10/2013

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)

Auxiliares: Janette Mara Arcanjo (MG) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Gols: Bahia: Obina / Atlético-PR: Ederson

Cartão vermelho: Bahia: Hélder | Atlético-PR: Bruno Silva

Bahia: Marcelo Lomba; Madson (Fabrício Lusa), Demerson, Lucas Fonseca e Raul (Wangler); Feijão, Rafael Miranda e Hélder; Marquinhos Talisca), William Barbio e Obina. Técnico: Cristóvão Borges.

Atlético-PR: Weverton; Jonas, Dráusio, Luiz Alberto e Juninho; Bruno Silva, João Paulo, Everton e Fran Mérida (Zezinho); Dellatorre (Ciro) e Ederson (Deivid).

Técnico: Vagner Mancini.


Fonte: Felipe Santana – Bahia Notícias

Foto: Beto Jr. / Ag. Haack / Bahia Notícias

Comentários
Carregando...