Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia bate o rival em pleno Barradão e é campeão baiano!

Elton marcou o gol do triunfo tricolor por 1 a 0

Zé Rafael em Ba-Vi no Barradão (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
100

Neste domingo (8), o Bahia venceu o rival Vitória no estádio do Barradão por 1 a 0 e conquistou o Campeonato Baiano de 2018! Após ter vencido o jogo de ida no último domingo (1º), por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, o Tricolor precisava apenas de um empate na partida da casa do rival, mas venceu com um gol de Elton e conquistou sua 47ª taça do campeonato estadual.

O próximo desafio do Bahia será nesta quarta-feira (11), enfrentando a equipe do Blooming, da Bolívia, pela estreia na Copa Sul-Americana, na cidade de Santa Cruz de la Sierra.

O JOGO

Primeiro tempo

Precisando do triunfo, o Vitória começou a partida em cima pressionando o Tricolor. Porém, logo aos seis minutos, o jovem meia Luan, autor do gol rubro-negro no jogo de ida, se machucou e precisou ser substituído por Nickson.

Aos 10, o Vitória quase abriu o placar após o erro de passe de Marco Antônio. Tiago não alcançou e a bola sobrou para Juninho, que saiu na cara de Douglas. Mas o goleiro tricolor cresceu pra cima do jogador rubro-negro e fez grande defesa.

Aos 11, outra grande chance do Vitória, e novamente Douglas apareceu para salvar o Bahia. Neilton cruzou na área, Nickson bateu de primeira e Douglas fez grande defesa. No rebote, Neilton bateu para outra defesa do goleiro. A bola sobrou novamente para Nickson, que bateu em cima da defesa tricolor.

Após as boas chances rubro-negras, o Tricolor acertou a marcação e a partida ficou mais disputada, com poucas chances de gol. O Bahia tentou chegar ao ataque aos 36, com Edigar Junio, que recebeu lançamento, passou por Bruno Bispo, invadiu a área e cruzou. Porém, Walisson Maia conseguiu aparecer na cobertura e afastar o perigo.

Aos 46, a melhor chance do Bahia no primeiro tempo: Nino Paraíba foi à linha de fundo pela direita e cruzou na área. A bola chegou em Edigar Junio, que rolou para a batida rasteira de Zé Rafael. Fernando Miguel defendeu com a ponta dos dedos e a bola foi para fora.

Segundo tempo

Logo aos dois minutos da segunda etapa, o Bahia abriu o placar e marcou o gol do título. Após jogada de Vinícius e Edigar Junio, Zé Rafael tabelou com Marco Antônio e bateu para o gol. Fernando Miguel espalmou para o meio da pequena área e Elton apareceu como elemento surpresa para cabecear para o gol vazio.

Aos 10, mais um jogador do Vitória se lesionou. O atacante Neilton, destaque da equipe no campeonato, sentiu a coxa e foi substituído para a entrada do alemão Alex Baumjohann.

Aos 17, Lucas Fonseca sentiu lesão e foi substituído por Douglas Grolli. Na saída de campo no carrinho maca, Lucas Fonseca fez sinais respondendo às provocações da torcida do Vitória. No banco de reservas rubro-negro, o lateral Lucas deu um tapa no zagueiro do Bahia. Após uma breve confusão, os ânimos foram acalmados.

Aos 26, o Vitória quase empatou: Jonatas Belusso recebeu passe, passou por Douglas Grolli e bateu rasteiro, mas o goleiro Douglas fez outra boa defesa.

Depois disso, o Bahia se fechou e buscou explorar os contra-ataques. No desespero, a equipe rubro-negra apelou para os cruzamentos na área, mas não conseguiu nenhuma chance perigosa de gol. Aos 49, o árbitro apitou o fim da partida. Bahia campeão baiano!

FICHA TÉCNICA
Vitória 0x1 Bahia
Campeonato Baiano 2018 – Final (2º jogo)

Local: Barradão, em Salvador
Data: 08/04/2018 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos FIFA-SP)

Cartão amarelo: Caíque (Vitória) / Gregore, Allione (Bahia)

Gol: Elton (2/2º)

Vitória: Fernando Miguel; Rodrigo Andrade (José Welison), Walisson Maia, Bruno Bispo e Pedro Botelho; Uillian Correia, Fillipe Soutto e Juninho; Neilton (Alex Baumjohann), Jonatas Belusso e Luan (Nickson). Técnico: Anderson Batatais.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca (Douglas Grolli) e Léo; Elton; Marco Antônio (Allione), Gregore, Vinícius (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.

Comentários
Carregando...