Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia busca solução para o futuro de Hernane, considerado negociável

Brocador não foi nem relacionado para as últimas três partidas do Bahia

Hernane em campo pelo Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)
489

Fora da lista de relacionados nos últimos três jogos do Bahia, a ausência do atacante Hernane tem chamado atenção. Titular absoluto na campanha do Bahia na Série B em 2016, durante a primeira passagem de Guto Ferreira pela equipe, o Brocador não vem sendo utilizado nem no rodízio de jogadores promovido pelo treinador. O atacante não sofreu nenhum problema físico ou disciplinar recentemente. De acordo com o clube, essa ausência do jogador é uma opção técnica do treinador, porém, nos bastidores, o clube procura uma solução para a situação de Hernane.

O atacante tem um dos maiores salários do elenco e não é mais considerado fundamental pela equipe. Após sofrer uma fratura na tíbia em abril de 2017, Hernane não conseguiu recuperar o espaço no time e acabou perdendo a posição para Edigar Junio no comando do ataque. Além disso, o Bahia contratou o atacante Kayke no início desta temporada. O novo reforço do clube já foi utilizado, marcando um gol e dando uma assistência na partida contra o Altos.

Negociando Hernane, o Bahia pretende ganhar fôlego para contratar peças de maior investimento, já que a saída do jogador aliviaria a folha salarial. O Fluminense já manifestou interesse no Brocador, assim como um clube de Goiás, que sondou o Bahia sobre a condição do jogador. O Botafogo também se interessou no jogador, mas a negociação não foi para frente.

A diretoria do Bahia quer uma compensação para liberar o jogador, mas o valor não deve ser alto, já que Hernane tem contrato com o Tricolor até dezembro de 2018 e poderia assinar um pré-contrato com outra equipe no meio do ano e sair de graça ao final da temporada.

Esta compensação financeira recuperaria parcialmente o valor que o Bahia investiu no jogador durante a sua renovação de contrato. Naquele momento, o Tricolor comprou 30% dos direitos econômicos de Hernane, passando a ter uma fatia de 55%. O Flamengo, na época, pensou em realizar uma proposta de R$ 300 mil para contratar o jogador, que na época era um dos destaque da equipe na Série B, marcando gols decisivos na campanha do acesso.

Comentários
Carregando...