Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia crê em mercado interno saturado e aguarda abertura de janela internacional

Tricolor tentou contratar cinco jogadores, quatro de clubes da Série A, e não teve sucesso em nenhum dos casos

Diego Cerri concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)
165

A diretoria do Bahia está com dificuldades para trazer reforços que atuam no futebol brasileiro, por isso, a equipe trabalha com o plano de esperar a abertura da janela internacional para trazer reforços de fora do país. Recentemente, o Tricolor tentou a contratação de cinco jogadores, mas não teve sucesso em nenhum dos casos. A janela internacional se abre no dia 22 de junho, indo até o dia 21 de julho.

Um dos negócios que não ocorreu foi o do atacante Rony, envolvido em um imbróglio com o Albirex Niigata, do Japão. O clube japonês enviou uma carta à CBF com a acusação de que o Bahia entrou em contato diretamente com o jogador. O presidente Guilherme Bellintani negou a acusação. O Tricolor também tentou a contratação do zagueiro Luiz Felipe, do Santos, mas o clube paulista não o liberou.

O Tricolor teria tentado a contratação de outros três atacantes, dois de beirada e um centroavante, todos de clubes da Série A. Todas as tentativas foram frustradas.

Segundo o diretor de futebol Diego Cerri, o Bahia não é o único atingido pela escassez de atletas. Em entrevista ao site Globo Esporte, o dirigente admitiu que o mercado nacional está saturado.

Todo os clubes, não tenha dúvida. Ainda tem questão financeira. Você tem agora o encerramento de competições no exterior e aí te abre mais uma possibilidade de eventualmente trazer algum jogador de fora do país. Por isso, às vezes esse prazo de esperar um pouco porque pode aparecer alguma coisa de fora. O mercado interno está meio saturado. Você vai ter que achar alguém que esteja se destacando em uma divisão como Série B, Série A ou pegar alguma oportunidade em clube de Série A com jogador que, de repente, aconteceu alguma coisa errada no planejamento, não rendeu o que poderia, não está sendo aproveitado como poderia e aí resolve sair

O mercado brasileiro, atualmente, vem oferecendo apenas atletas que são a terceiras opções nos seus clubes. O Bahia quer trazer atletas que são, no mínimo, reservas imediatos, e por isso, adota uma postura cautelosa. Porém, Diego Cerri declarou que o Tricolor esta atento caso surja uma opção que agrade:

Se amanhã aparecer um nome muito bom, de repente, a gente pode trazer. Mas também, se não aparecer, só para trazer que a gente contratou não vale a pena

Comentários
Carregando...