Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia empata com o Cerro no Uruguai e avança às oitavas da Sul-Americana

Na próxima fase, o Tricolor enfrenta o vencedor do confronto entre Botafogo e Nacional do Paraguai

Zé Rafael comemora gol do Bahia contra o Cerro (Foto: Miguel Rojo/AFP)
26

Na noite desta quarta-feira (8), o Bahia empatou em 1 a 1 com o Cerro, do Uruguai, no estádio Luís Tróccoli, em Montevidéu, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0, o Tricolor se garantiu nas oitavas de final da competição continental. Zé Rafael marcou o gol do Esquadrão e Paiva empatou para o Cerro.

Nas oitavas, o Bahia enfrenta o vencedor do confronto entre Botafogo e Nacional do Paraguai. O Tricolor volta a campo no próximo sábado (11), enfrentando o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Primeiro tempo

Precisando do triunfo, o Cerro começou a partida dando sustos no Bahia. Aos sete, Paiva cobrou escanteio na área e Torres cabeceou ao lado do gol. Aos dez, em disputa de bola, Ciganda derrubou Grolli e Anderson, e a bola sobrou para ele, que empurrou para o gol. Mas a arbitragem anulou o lance, marcando falta.

Aos 12, primeira chance do Tricolor: Zé Rafael puxou contra-ataque e encontrou Edigar Junio, que fica de cara para o goleiro, mas bate fraco, para a fácil defesa de Irrazábal.

Aos 18, o Bahia conseguiu abrir o placar: Régis puxou o contra-ataque e encontrou Zé Rafael, que chutou rasteiro de fora da área. A bola desviou e enganou o goleiro uruguaio.

Aos 29, o Cerro ficou perto do empate: após cruzamento na área, a bola sobrou para Ciganda, que bateu para o gol, mas Tiago conseguiu evitar e tirar o perigo.

Aos 32, em falta perigosa para o Cerro, Paiva bateu colocado e Anderson fez uma bonita defesa mandando para escanteio. Na cobrança, Zázpe cabeceou para o gol e a bola passou perto.

Aos 43, Edigar Junio recebeu na entrada da área e dividiu com o goleiro Irrazábal. A zaga conseguiu afastar o lance. Caído, Edigar pediu pênalti e teve um estranhamento com o goleiro uruguaio.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o jogo ficou truncado, com muitas faltas. Aos 14, o Bahia ficou com um jogador a menos. Nilton fez falta em cima de Felipe Klein no meio-campo, acabou recebendo o segundo amarelo e sendo expulso.

Pouco após a expulsão do volante tricolor, o Cerro conseguiu o empate. Aos 16, o Bahia falhou na saída de bola, Franco López recuperou e tocou para Paiva, que driblou Tiago e tocou na saída de Anderson.

Aos 25, quase a virada a equipe uruguaia: Paiva cruza rasteiro na área, López domina, tira de Tiago e toca por baixo das pernas de Anderson, e a bola passou perto do gol.

Aos 28, Tiago salvou o Bahia de levar a virada: Ciganda invadiu a área e bateu colocado para o gol. Em cima da linha, o zagueiro tricolor tirou de cabeça.

O Cerro ainda teve algumas outras chances: aos 41, Paiva cobrou falta para o gol e a bola passou perto da trave defendida por Anderson. Aos 46, Zázpe pegou uma sobra na grande área e bateu forte para a boa defesa do goleiro tricolor.

FICHA TÉCNICA
Atlético Cerro 1 x 1 Bahia
Copa Sul-Americana – Segunda fase (2º jogo)

Local: Luis Trócolli, em Montevidéu
Data: 08/08/2018
Horário: 21h45
Árbitro: Jose Argote (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego e Lubin Torrealba (ambos da Venezuela)

Cartões amarelos: Zázpe (Cerro) / Nilton, Zé Rafael e Anderson (Bahia)
Cartões vermelhos: Nilton (Bahia)

Gols: Zé Rafael (17/1º) e Paiva (16/2º)

Cerro: Irrazabal; Nuñez, Izquierdo, Torres e Zazpe; Paiva, Hernandez (Acunã) e Klein; López, Ciganda (Pinheiro) e González. Técnico: Fernando Correa.

Bahia: Anderson; Everson, Tiago, Douglas Grolli e Léo; Nilton e Gregore; Zé Rafael, Régis (Elton) e Élber (Flávio); Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Enderson Moreira.

Comentários
Carregando...