Bahia investiga documentos de atletas

Bahia investiga documentos de atletas e encontra vestígios da antiga gestão

Novo gestor das Divisões de Base do Esquadrão anunciou que vai verificar detalhadamente os documentos dos atletas da base; Gestão anterior foi marcada por falta de transparência


O Bahia anunciou no último sábado, através de uma nota em seu site oficial, o desligamento do jogador Josué, da equipe sub-17. Segundo o Tricolor, o novo gestor das Divisões de Base do clube, Carlos Anunciação constatou a adulteração do registro de nascimento do atleta, que teria nascido em 1992 e não em 1996 como consta no documento.

Ainda de acordo com o Bahia, a equipe que coordena as Divisões de Base do clube iniciou uma verificação minuciosa de documentos e contratos de todos os atletas da base do Bahia para que o clube não seja mais vítima deste tipo de fraude.

Antes de Carlos Anunciação assumir as categorias de base do Tricolor no início do mês passado, Paulo Angioni e Newton Mota eram os responsáveis pelos jovens do clube. Em abril, o LANCE!Net divulgou uma "notícia-crime" elaborada por dois advogados baianos que cobravam transparência nas negociações de jovens promessas do Esquadrão. Na ocasião, os advogados relataram que a empresa detentora dos direitos econômicos dos atletas da base pertence a um conselheiro do clube e amigo pessoal do presidente Marcelo Guimarães Filho.

Em relação a Josué, o Bahia afirmou que o caso será entregue ao departamento jurídico do clube. O LANCE!Net tentou entrar em contato com o mandatário do Bahia, o deputado federal Marcelo Guimarães Filho, sem sucesso.

Fonte: LANCE!Net

Foto: ECB