Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia lança uniforme de marca própria com desfile de torcedores e promovendo a inclusão

Uniformes, da marca Esquadrão, foram lançados em evento na Arena Fonte Nova, na noite desta quinta-feira (27)

Lançamento dos novos uniformes do Bahia (Foto: Divulgação/EC Bahia)
53

Na noite desta quinta-feira (27), o Bahia realizou, em evento na Arena Fonte Nova, o lançamento da sua nova linha de uniformes, produzido pela Esquadrão, marca própria do clube, que substitui a Umbro. O evento teve a participação de jovens atletas revelados na base do clube, como o meia Ramires, e torcedores como Robgol, que vende sorvete nas arquibancadas do estádio.

Na apresentação dos novos uniformes, o Bahia promoveu a inclusão. Um representante da comunidade indígena, um sócio com síndrome de Down, mulheres e um amputado foram os modelos das novas camisas. Além disso, houve um maior destaque no mascote, que tem uma nova fantasia com os traços do cartunista Ziraldo, autor do desenho do Super-Homem do Bahia.

O evento acabou sendo ofuscado por conta do vazamento dos novos uniformes por um site de vendas na manhã desta quinta. O Bahia esperava divulgar as novas camisas somente no lançamento na Arena Fonte Nova.

Com a nova marca, o Bahia espera arrecadar mais com a venda de uniformes. Para criar a Esquadrão e entrar neste mercado, o clube consultou equipes que já têm sua própria marca, como o Paysandu, que em 2016 lançou a “Lobo”, e o Santa Cruz, com a “Cobra Coral”, lançada em maio de 2017.

O presidente Guilherme Bellintani falou sobre a questão da marca própria:

Desde que a gente acabou a eleição e tomou posse, eu e Vitor trabalhamos de forma obstinada para cumprir com o que prometemos. São dois focos claros. O primeiro o futebol. Mas para ter um bom futebol, o clube precisa estar bem economicamente. A estratégia da marca própria está dentro desse bojo, de atitude, projeto, programas, que farão com que o Bahia tenha mais autonomia na produção de produtos, engajamento de torcida e sensação de identidade com a marca, e ganhe mais dinheiro com isso. A expectativa é positiva nesse aspecto. Hoje é um dia importante, de fechar um ciclo, mas temos um novo ciclo que se abre, que é de venda, posicionamento de marca e marketing

Antes do desfile, Guilherme Bellintani fez o anúncio de que, no primeiro dia vendas do novo uniforme, o Bahia arrecadou, em royalties, o equivalente a todo ano de 2017, cerca de R$ 1 milhão. A projeção é que, em 2019, o clube ganhe aproximadamente R$ 4 milhões em royalties, que é o valor pago ao clube pela marca “Bahia”:

De forma direta, a gente sai de um royalty que era de 10% para um royalty que é de 34%. Só isso já tem uma multiplicação de quase três vezes e meia em comparação com o que a gente ganhava. Além disso, produtos comprados a preços especiais para nossa loja e inauguração da loja fecha o ciclo de estratégia econômica. Além de ganhar mais nos royalties de produtos vendidos em outras lojas, nossa loja terá uma margem maior. Isso nos permite ter maior rentabilidade

Os próprios torcedores escolheram os novos modelos através de votação no site oficial do Bahia. Os uniformes serão vendidos por R$ 219, ou R$ 199 para os sócios. A partir de novembro, será lançada uma linha popular, com preços de R$ 139. Bellintani declarou que, em dezembro, será lançado o terceiro uniforme.

Alguns torcedores já foram nas redes sociais para reclamar dos valores dos novos uniformes. Guilherme Bellintani declarou que não se pode baixar mais os preços, nem competir com o mercado informal:

Não existe [chance de baixar o preço]. Temos um limite. Toda empresa que tributa tudo o que produz, que paga em dia seus empregados, que paga impostos, tem um limite. Não dá para competir com o preço das “camisas de varal”, as chamadas camisas piratas, que tem uma qualidade menor do que a gente sempre vai ter e informalidade absoluta. A gente quer ter uma das camisas de jogo mais baratas do país. Logicamente não será igual à que os jogadores jogam. Tem costura diferente, tem complexidade menor na produção, torna o preço mais barato. Agora pergunto qual camisa oficial com mesmo modelo de jogo de time no Brasil é possível comprar a R$ 139? O Bahia sai na frente nesse aspecto.

O Bahia irá estrear o novo uniforme no próximo sábado (29), às 21h, quando enfrenta o Flamengo, na Arena Fonte Nova, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários
Carregando...