Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia perde para o Vasco, mas avança às quartas da Copa do Brasil

Tricolor perde por 2 a 0, mas havia vencido o jogo de ida, na Arena Fonte Nova, por 3 a 0

Edigar Junio em jogo do Bahia contra o Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)
24

Na noite desta segunda-feira (16), o Bahia perdeu por 2 a 0 para o Vasco, em São Januário, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Porém, como havia vencido o jogo de ida, na Arena Fonte Nova, por 3 a 0, o Tricolor conseguiu a classificação para as quartas de final da competição. Os gols da equipe carioca foram marcados por Yago Pikachu e Andrey.

Com isso, o Bahia irá enfrentar o Palmeiras nas quartas de final. O jogo de ida será em Salvador, e a volta será em São Paulo. A CBF ainda irá definir as datas.

O Tricolor já volta a campo nesta quinta-feira (19), às 19h30, para enfrentar a Chapecoense, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro. O Bahia está na zona de rebaixamento, na 17ª posição da competição nacional.

 

O JOGO

Primeiro tempo

O Vasco, que precisa de um triunfo por três gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis, tomou a iniciativa do jogo, buscando o ataque e tendo uma maior posse de bola. O Bahia buscava se defender e administrar o resultado, gastando o máximo de tempo possível, fazendo até cera em alguns lances. A válvula de escape do Tricolor eram os contra-ataques em velocidade puxados por Zé Rafael.

O Esquadrão administrava tanto o resultado que Vinícius levou um cartão amarelo aos 23 minutos do primeiro por demorar a cobrar um escanteio.

Logo depois, aos 30, o técnico Jorginho, do Vasco, precisou substituir o lateral Rafael Galhardo, que se lesionou após cair de mal jeito em uma disputa de bola com Zé Rafael.

Aos 31, o Vasco teve um pênalti a favor. Após um bate rebate na lateral da área do Bahia, Andrés Rios pegou a sobra, invadiu a área e tentou dar um corte em Nino Paraíba, que deixou o pé e acabou derrubando o atacante vascaíno. Dois minutos depois, Yago Pikachu cobrou bem, deslocando o goleiro Anderson e abrindo o placar para o Vasco.

O gol animou a equipe do Vasco, que seguiu buscando o ataque. O Bahia seguiu na sua estratégia de se defender e explorar os contra-ataques.

Aos 36, o Vasco precisou fazer outra substituição por lesão: Ramon saiu e deu lugar a Henrique.

Segundo tempo

No primeiro minuto da segunda etapa, o Vasco foi pra cima. Kelvin puxou o ataque, invadiu a área, mas foi desarmado pela defesa tricolor.

Aos quatro, a resposta do Bahia: o goleiro Anderson lançou Edigar Junio, que tomou a frente da marcação e ia invadir a área, mas caiu após contato com o zagueiro Breno. O juiz não marcou falta. Na sequência do lance, o zagueiro vascaíno ainda pisou em Edigar, que precisou de atendimento médico.

Se defendendo e sem conseguir criar chances de ataque, o Bahia também precisou fazer uma substituição forçada. Aos 15, Nino Paraíba sentiu e pediu pra sair. Sem um lateral de ofício no banco, o técnico Enderson Moreira precisou improvisar o volante Flávio na posição.

Aos 16, o Bahia fez boa trama pela direita, mas na hora de definir, Edigar Junio chutou fraco e Martin Silva defendeu com facilidade.

Aos 19, o Vasco conseguiu fazer o segundo gol. Em falta pelo lado direito do ataque, Yago Pikachu cruzou na área e Andrey cabeceou, livre. Anderson até espalmou, mas a bola bateu na trave e entrou.

No minuto seguinte, o Vasco quase fez o terceiro: após cruzamento na área, o zagueiro Tiago cortou mal e a bola foi para trás, enganando o goleiro Anderson. Andrey se esticou, mas não conseguiu desviar para o gol.

Aos 28, uma cena curiosa no estádio de São Januário: as câmeras flagraram um rato correndo dentro de campo.

Aos 32, Edigar Junio recebeu bom passe de Elton e iria avançar em velocidade, saindo na cara do gol, porém, o assistente marcou um impedimento inexistente.

Aos 33, mais uma chegada do Bahia: Elton recebeu bom passe, mas chutou mal para a tranquila defesa de Martin Silva.

Na sequência do lance, o Vasco respondeu: Andrés Rios recebeu e tentou fazer o giro, mas sofreu falta de Tiago perto da entrada da área. Na cobrança, Yago Pikachu carimbou a barreira.

Aos 38, nova chance para o Vasco. Após cruzamento na área, Andrés Rios bateu de primeira, mas pegou mal e a bola passou à direita.

Aos 44, outra chance desperdiçada pela equipe carioca: Giovanni Augusto cruza na área, Yago Pikachu ajeita e Andrés Rios tenta o chute, mas a defesa do Bahia consegue bloquear e afastar o perigo.

Nos acréscimos, o jogo ficou tenso, e um jogador de cada lado foi expulso. Aos 48, Andrés Rios, do Vasco, após deixar o braço no rosto do zagueiro Tiago, em disputa de bola na intermediária. Aos 49, o lateral Léo, do Bahia, após uma dividida que envolveu, além dele, Edson e Yago Pikachu.

FICHA TÉCNICA
Vasco 2 x 0 Bahia
Copa do Brasil – Oitavas de final (2º jogo)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro
Data: 16/07/2018 (segunda-feira)
Horário: 20h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (ambos do PR)

Cartões amarelos: Desábato, Ricardo (Vasco) / Vinicius, Edigar Junio, Lucas Fonseca, Zé Rafael, Léo, Edson (Bahia)

Cartões vermelhos: André Rios (Vasco) / Léo (Bahia)

Gols: Yago Pikachu (33/1º), Andrey (19/2º)

Vasco: Martin Silva; Rafael Galhardo (Kelvin), Breno, Ricardo e Ramon (Henrique); Desábato, Andrey, Wagner (Thiago Galhardo), Yago Pikachu e Giovanni Augusto; André Rios. Técnico: Jorginho.

Bahia: Anderson; Nino Paraíba (Flávio), Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton (Edson), Mena, Vinicius (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira.

Comentários
Carregando...