Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia pronto para o ‘choque de emergentes’ contra o Peixe

0

Bahia pronto para o 'choque de emergentes' em Santos

Em treino, Kleina instrui Emanuel, que vive grande fase no Bahia

Na quinta-feira, 8, o Bahia tem  boa chance de se firmar como o time sensação do returno do Campeonato Brasileiro. Às 19h30, na Vila Belmiro, seu adversário será o Santos, time que, ao lado do Tricolor, foi o que mais evoluiu nesta etapa da competição.

Ao final da 20ª rodada, a tabela da Série A apontava o Bahia na lanterna. O Santos vinha no mediano 10ª lugar. Seis rodadas depois, tudo mudou. O Esquadrão já aparece em 14º, três pontos acima da zona. O Peixe, por sua vez, subiu duas posições e agora ameaça o G-4. Quatro pontos o separam do quarto colocado. Antes, eram oito.

Agora, baianos e paulistas se preparam para o 'Choque dos Emergentes' do Brasileirão. Com 13 pontos, os dois clubes dividem a liderança virtual do returno, iniciado na 20ª rodada, com Cruzeiro, Internacional e Atlético-MG. No entanto, esses outros três clubes sempre estiveram no pelotão de frente do certame. No momento, ocupam, respectivamente, a 1ª, a 2ª e a 4ª colocações.

Para o jogo de quinta, a diferença de Bahia e Santos, que largaram perdendo no returno (o Bahia para o Cruzeiro. O Santos para o Sport), é que o time baiano vai com uma equipe estruturada para o duelo. Já os paulistas perderam  a sua estrela, Robinho, que se apresentou  à Seleção Brasileira. Contratado em agosto, Robinho foi o grande responsável pela ascensão santista no campeonato.

"É importante saber que Robinho não vai jogar. É um atleta diferenciado. Sem ele, é melhor para nós. Porém, não podemos achar que enfrentaremos um time fraco por causa disso. O Santos tem um excelente elenco e quem substituí-lo tem tudo para fazer uma grande partida", comentou Emanuel Biancucchi.

O meia argentino, por sinal, tem muito a ver com a reação do Bahia. Ele, que chegou no clube em janeiro à sombra do irmão Maxi, só se firmou no time no returno, justamente o ponto alto do Tricolor na competição.

Reação com Emanuel

Das sete partidas desta fase, Emanuel só não foi titular em três. Entre elas, as duas derrotas, para  Cruzeiro e Vitória. Na outra, substituiu Marcos Aurélio no intervalo e foi um dos responsáveis da reação da equipe no segundo tempo, que culminou com a triunfo por 1 a 0 sobre o Sport.

Já nas quatro vezes em que Emanuel começou jogando, o Bahia empatou com o Fluminense (1 a 1) e venceu Figueirense (3 a 0), Botafogo (3 a 2) e Flamengo (2 a 1). Nesta partida,  o Biancucchi caçula brilhou, marcando os gols da vitória.

"O que tanto eu como o Bahia precisávamos era de uma sequência de jogos. Graças a Deus, eu estou tendo ela agora. Por isso, tenho evoluído. E o time, como um todo, vinha jogando bem, mas não vinha conseguindo somar pontos. A sequência de resultados positivos nos deu uma confiança que era necessária. Só estávamos precisando dela para evoluir na tabela", disse o meia.

Como relação ao 'Choque dos Emergentes', Emanuel finalizou: "São dois times em grande fase e farão um confronto bonito. Será uma partida aberta. E estamos indo para a Vila Belmiro com a confiança que vamos somar pontos".

Comentários