Bahia segura empate contra a Ponte

Em noite de Marcelo Lomba, Bahia segura empate com a Ponte Preta

 


 

Em noite do goleiro Marcelo Lomba, que defendeu dois pênaltis cobrados pelo atacante William, o Bahia segurou o ímpeto da Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e empatou sem gols com a equipe paulista pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Agora com 12 pontos, o tricolor retornar para Salvador, onde inicia a preparação para o clássico contra o Vitória no próximo dia 21, na Arena Fonte Nova, às 16h.

Equilíbrio marca primeiro tempo em Campinas

Com muita disposição, as duas equipes tiveram dificuldades na criação das jogadas ofensivas. A Ponte Preta, dona da casa, manteve grande pressão no início do confronto e teve mais ímpeto no ataque. Já o tricolor baiano, vivendo um bom momento na competição, tentou de todas as formas segurar o alvinegro paulista.

A primeira grande jogada do duelo aconteceu aos 13. Paulo Roberto, em ótimo lance individual, acertou um excelente lançamento para William, mas o goleiro Marcelo Lomba foi mais esperto e tirou a bola.

Melhor em campo, a Macaca assustou a defesa baiana novamente aos 25. Ramírez tirou a defesa paulista da jogada e cruzou na medida para William, que raspou de cabeça, obrigando Lomba a realizar outra grande intervenção.

Sem muitos espaços e tentando surpreender os mandantes, o tricolor desperdiçou uma oportunidade boa de abrir o placar aos 33. Em cobrança de falta da entrada da área, Anderson Talisca colocou a bola por cima do gol de Roberto.

O Bahia voltou a assustar aos dois minutos depois em um lance confuso. Após cruzamento de Raul na área, Fernandão dividiu com os zagueiros da Ponte e a bola sobrou para Talisca, que bateu forte, para outra excelente defesa de Roberto.

E antes de finalizar a etapa inicial, os donos da casa ainda criaram a última chance. Aos 39, Chiquinho passou com facilidade por Raul e cruzou para William, que testou firme, tirando tinta da trave de Lomba.

Lomba salva tricolor e segura empate em Campinas

Mais dinâmico, o alvinegro paulista iniciou o segundo tempo assustando o tricolor baiano e logo aos 12 minutos ficou perto de abrir o marcador. Após cobrança de falta de Uendel na segunda trave, Ferron cabeceou deslocando Lomba, tirando tinta da trave visitante.

Dois minutos após esse lance, a melhor oportunidade da Ponte foi criada. Rildo, em sua característica principal, que é a velocidade, sofreu pênalti após ganhar na corrida de Diones. Na cobrança, William bateu no canto esquerdo de Lomba, que defendeu com tranquilidade.

Aos 18, o Bahia deu a resposta. Marquinhos Gabriel invadiu a área pela esquerda e tocou para Fernandão. O centroavante tricolor tocou mal na bola e perdeu a oportunidade de fazer o primeiro na partida.

Só que, mais uma vez, aos 26, a defesa tricolor vacilou feio. Rildo recebeu lançamento e Diego tentou cortar, mas errou o chute, deixando o atacante da Ponte na cara de Lomba, que o derrubou dentro da área. William, novamente, bateu o pênalti no meio e o arqueiro tricolor salvou. 

Mesmo dono das ações, a Macaca deu espaços para o tricolor em sua defesa e aos 37 os visitantes chegaram com perigo. Wallyson tocou para Diones na entrada da área e o volante conseguiu o chute por baixo. No rebote de Roberto, Talisca soltou a bomba novamente, obrigando o arqueiro paulista a fazer outra defesa.


Ponte Preta 0 x 0 Bahia – Melhores Momentos – Brasileirão 2013


FICHA TÉCNICA

Série A

Ponte Preta 0 x 0 Bahia

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Data: 13/07/2013

Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Auxiliares: Kleber Lúcio Gil e Lorival Cândido das Flores.

Cartões amarelos: Ponte Preta: Rildo, Luis Ramírez e Baraka  -Bahia: Diego, Marquinhos, Anderson Talisca, Lucas Fonseca, Marcelo Lomba, Fahel e Diones

Ponte Preta: Roberto, Artur (Tiago Cametá) (Geovanni), Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Paulo Roberto (Adrianinho) e Luis Ramírez; Rildo, William e Chiquinho.

Técnico: Paulo César Carpegiani.

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Diego (Feijão) e Raul; Rafael Miranda, Fahel, Diones e Anderson Talisca; Marquinhos (Wallyson) e Fernandão (Souza).

Técnico: Cristóvão Borges.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Maurício Naiberg – Bahia Notícias