Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia segura o empate contra o Grêmio. Lomba salva o dia.

10

O Grêmio bem que tentou, mas parou em Marcelo Lomba. Com grandes defesas, o goleiro do Bahia segurou a pressão gaúcha e garantiu um importante empate em 0 a 0 ao seu time neste domingo, em Porto Alegre. O Grêmio completou quatro jogos sem marcar gols com este resultado.

O Grêmio pressionou o Bahia durante toda a etapa inicial, mas perdeu chances demais e foi para o intervalo com um incômodo empate em 0 a 0. O panorama se manteve o mesmo na etapa complementar: os gaúchos pressionaram muito e nem a entrada de Elano e Zé Roberto deu ao time da casa a vitória.

O resultado levou o Grêmio aos 54 pontos, na 2ª posição, agora a 14 do líder Cruzeiro. O Bahia foi a 38 e manteve o 15º lugar. O time gaúcho agora decide uma vaga na final da Copa do Brasil, quarta, contra o Atlético-PR, também na Arena. O Bahia só volta a campo no sábado, pelo Brasileirão, contra o Atlético-MG, na Fonte Nova.

 

 

O jogo – O Grêmio dominou o primeiro tempo por completo, e não deu chances ao Bahia, que não teve sequer um ataque perigoso. A primeira boa chance foi aos 10 minutos: em falta da intermediária, Vargas arriscou rasteiro, a bola desviou na barreira e quase enganou Marcelo Lomba, que se recuperou e fez a defesa. Aos 11, Ramiro cruzou para Kleber, que tocou de primeira e obrigou Lomba a uma defesa de puro reflexo.

Aos 14, Moisés levantou para a área do Bahia e Rafael Miranda cortou. Os jogadores gremistas protestaram, pedindo mão do jogador baiano na área. Aos 20, nova jogada de Moisés: em falta levantada por ele para a área, Rhodolfo dividiu com Marcelo Lomba na pequena área, e a bola saiu em escanteio. Minutos depois, a jogada veio pelo outro lado: Alex Telles cruzou na cabeça de Souza, mas Lomba impediu o gol com um tapinha.

A pressão gremista seguia forte, e o goleiro do Bahia cada vez mais virava destaque do jogo. Aos 28, Kleber cruzou e Lomba salvou de soco. Dez minutos depois, Moisés mandou de primeira por cima. Já nos acréscimos, Marcelo Lomba fez duas grandes defesas e salvou o Bahia de sair derrotado para o intervalo.

O segundo tempo começou do mesmo modo que o primeiro: com pressão do Grêmio. Logo a um minuto, Barcos perdeu duas grandes chances. Primeiro, recebeu passe de Kleber e chutou mascado. A bola sobrou com Vargas, que cruzou na cabeça do argentino, mas o toque foi para fora. Aos quatro, o Pirata ganhou no jogo de corpo, entrou livre, mas demorou demais para concluir e permitiu que Lomba fizesse um milagre, mandando para escanteio.

Quando nem Lomba mais conseguia salvar, a sorte estava do lado do Bahia. Aos nove minutos, Barcos mandou uma bomba que explodiu na trave. Na sobra, Vargas chutou rasteiro e o goleiro baiano fez mais um milagre. O Tricolor Baiano só respirou em cabeçada para fora de Fernandão após escanteio. Aos 26, Fabrício Lusa salvou o Bahia tirando de cabeça na pequena área. No contragolpe baiano, Talisca mandou por cima com perigo.

Depois de perder muitas chances, o Grêmio diminuiu o ritmo a partir de então. A torcida só acordou na Arena aos 36, quando Renato Gaúcho colocou Zé Roberto em campo no lugar de Riveros. O Tricolor Gaúcho tentou uma pressão final, mas não obteve sucesso e ficou no empate, desagradando a torcida que foi à Arena.

 

Melhores Momentos

 

Origem : GazetaEsportiva.Net
Autor : Vicente Fonseca

Comentários
Carregando...