Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia terá calendário apertado até pausa de Carnaval

Tricolor terá cinco jogos até o dia 7 de fevereiro, em uma média de uma partida a cada três dias

Elenco do Bahia realiza treino no Fazendão (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)
214

Nas próximas duas semanas, o Bahia está com o calendário bastante congestionado. O Tricolor terá cinco jogos até o dia 7 de fevereiro, em uma média de uma partida a cada três dias. Serão quatro jogos pelo estadual e um pela Copa do Nordeste. Depois desse período, a equipe folga por onze dias até o Ba-Vi, válido pelo Campeonato Baiano, no dia 18 de fevereiro.

O Bahia também passará por alguns deslocamentos neste período. O Tricolor terá que percorrer 980 quilômetros para enfrentar o Altos, na cidade de mesmo nome, no Piauí, em confronto válido pela Copa do Nordeste. Logo depois, a equipe volta a Salvador e viaja novamente para jogar contra o Jacobina, na cidade que fica a cerca de 290 km da capital baiana.

Próximos jogos do Bahia

  • (24/01) Bahia x Jacuipense (Baiano)
  • (27/01) Bahia x Fluminense de Feira (Baiano)
  • (30/01) Altos x Bahia (Copa do Nordeste)
  • (04/02) Jacobina x Bahia (Baiano)
  • (07/02) Bahia x Vitória da Conquista (Baiano)
  • (18/02) Vitória x Bahia (Baiano)

O treinador Guto Ferreira declarou, após a derrota para o Bahia de Feira no último domingo (21), que a preparação da equipe fica levemente prejudicada com o calendário apertado. O Tricolor teve duas semanas de pré-temporada.

O que eu quero vai demorar um pouco mais. Nós temos ainda cinco jogos até a parada do Carnaval, quando vamos ter dez dias praticamente de parada. Antes disso, nós vamos folgar dois dias e jogar, folgar dois dias e jogar. A gente vai ter que buscar soluções que não vem conseguido dentro de campo.

Guto Ferreira também falou sobre o rodízio de atletas, que ele aplicou em 2017. O treinador pensa em aplicar novamente, porém as duas derrotas no início da temporada representam um risco para esta estratégias:

[Com a pausa do carnaval] Pelo menos vai ter tempo de você treinar, porque tudo é repetição. A gente não consegue fazer uma repetição. Fizemos ontem, com o time titular, um treino com duas situações: bola parada e o “dez-zero”. Um treino extremamente curto porque os caras ainda estavam em um processo de recuperação, não completaram nem 66 horas. Eles têm que ter 72 [horas de descanso] e já foram para o jogo. Paciência. Mas aí “por que não coloca um time alternativo?”. Porque se o titular não está no time, imagine o outro. Então tem isso também. Nós também corremos atrás de resultado, temos que ser inteligentes. Agora, em alguns momentos vamos ter que rodar jogador. Hoje colocamos o Everson, o Brumado, dois meninos, que nos ajudaram e não conseguimos resolver.

Comentários
Carregando...