Bahia vence a Ponte Preta na Fonte Nova e se afasta mais do Z4

Bahia comemora o Gol de Mendonza contra a Ponte Preta

O Bahia venceu a Ponte Preta na noite deste domingo (5), na Arena Fonte Nova, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor de Aço agora está com 42 pontos, ocupando no momento a 10ª colocação na tabela de classificação.

O Primeiro Tempo

No primeiro tempo tivemos mais estudos das duas equipes que chances de abrirem o placar. O Esquadrão de Aço passou muito tempo sem conseguir imprimir um ritmo de jogo que levasse perigo para a bem montada defesa da Ponte. Somente aos 26′ minutos, o Bahia conseguiu sua primeira chance clara e não desperdiçou. Allione deu um belo passo para Mendonza que de frente para o gol, tocou na saida do goleiro Aranha, abrindo o placar na Fonte.

Aos 27′, Edigar Junio recebe um bom passe de Zé Rafael, mas perdeu  uma grande oportunidade para ampliar o placar. A Ponte até tentou pressionar o Bahia, mas encontrou também uma boa defesa, bem postada do lado Tricolor. A Ponte teve uma boa oportunidade ao final da partida. Já nos acréscimos, Claudinho recebeu um cruzamento de Nino Paraíba, mas felizmente errou a pontaria.

O Segundo Tempo

A Ponte voltou com mais pressão para o segundo tempo. Mas foi o Bahia que chegou com perigo primeiro aos 3′ minutos com Juninho, que recebeu um passe na entrada da área, puxou para a direita e do meio da rua arriscou um belo chute que obrigou o goleiro Aranha a fazer uma defesa em dois tempos.

Aos 4′ minutos, Mendonza deu um bom passe para Zé Rafael, que finalizou fraco, a bola todou na zaga da Ponte e a bola foi para escanteio. Após a cobrança, a bola sobrou para Tiago que sem ângulo chutou ficando fácil para o goleiro Aranha.

Aos 11′ minutos do segundo tempo, um lance de muita categoria do goleiro Jean. Ele recebeu uma bola recuada perto de John Kleber, que apertou mas levou uma “tabaca” do goleiro Tricolor. A torcida foi ao delírio. Em contrapartida, aos 17′ Jean errou na tentativa de repor a bola, que sobrou com Luca. O Atacante da Ponte tentou um chute de longe, mas felizmente mandou pra fora.

Aos 22′ o Esquadrão teve uma boa chance com Juninho Capixaba, que recebeu a bola na esquerda, tocou para Zé Rafael que chutou de prima, mas Aranha fez a defesa.

Um lance que deixou a torcida indignada, foi aos 44′. Régis passou a bola para Edigar Junio, que entrou na área, e foi atingido pelo zagueiro da Ponte. O Juiz não entendeu como pênalti e ainda deu um cartão amarelo para Edigar por simulação, deixando a torcida enfurecida.

Apesar da luta da Ponte, o Esquadrão de Aço conseguiu evitar as investidas do adversário. Quando parecia que o jogo terminaria em 1 a zero, Zé Rafael fez um lançamento primoroso para Mendonza, que escorou de cabeça para Edigar Junio que mandou para dentro das redes, fazendo o segundo gol do Bahia, fechando o caixão.

Público: 20.539 pagantes
Renda: R$ 492.033,50

O próximo compromisso do Bahia será na quarta-feira (8), às 18h30 (hora de Salvador), no estádio da Ressacada contra o Avai.

Leia também:
Em treino fechado, Bahia segue a preparação para enfrentar a Chapecoense
Juninho Capixaba quer triunfo contra a Chape: ‘Temos que ter um belo resultado’
FBF divulga tabela do Campeonato Baiano; confira o calendário do Bahia
Confronto entre Bahia e Chapecoense terá equipe de arbitragem de Pernambuco