Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

BaxVices: Um resumo da história

0

BaxVices: Um resumo da história

Em Salvador, dois tabus serão colocados à prova no Ba-Vi marcado para a Arena Fonte Nova. O Bahia não perde para o Vitória desde a primeira partida da final do estadual de 2013, quando o Rubro-Negro impôs ao Tricolor a sonora goleada de 7 a 3. O placar serviu de lição para o Esquadrão, que já acumula oito clássicos sem derrota.

O tabu para o Rubro-Negro começou ainda no Baiano de 2013. A segunda partida da final teve empate por 1 a 1, que deu o título ao Vitória. Na sequência, foram três triunfos para o Bahia e quatro empates. Para o Leão da Barra, quebrar o jejum neste domingo representa a chance de deixar a lanterna e até a zona de rebaixamento do Brasileirão. O Tricolor, que deixou o Z-4 na última rodada, busca manter a ascensão na tabela.

O segundo tabu em jogo tem como personagem principal o técnico Ney Franco. Ele registra uma série de sete jogos sem vencer o Bahia, com quatro empates e três derrotas – incluindo jogos por Flamengo e Vitória. A última vez que conseguiu bater o Tricolor foi em agosto de 2012, quando ainda treinava o São Paulo, em partida válida pela Copa Sul-Americana.

O primeiro Ba-Vi

A primeira partida entre os dois clubes, porém, foi realizada muito antes disto. Ainda em 10 de Abril de 1932, às 16h05, no antigo Campo da Graça, Bahia e Vitória se enfrentavam pela primeira vez, em partida apitada por Vivaldo Tavares. Mas, com um detalhe: o Ba-Vi inaugural teve apenas 20 minutos. Isto porque o jogo foi válido pelo Torneio Início do Estadualdaquele ano. Tal competição era muito tradicional à época e servia como uma preliminar do Campeonato Baiano. Composta por todos os participantes do estadual, era disputada em jogos eliminatórios de 20 minutos, num mesmo dia e local.

À época do primeiro confronto, a dupla Ba-Vi vivia momentos distintos. O recém-nascido Bahia era só alegria. Fundado em1931, ano anterior ao jogo, havia conquistado o Campeonato Baiano logo em sua primeira participação. O time era a grande sensação da cidade. Por outro lado, o futebol do já trintão Vitória atravessava uma fase de instabilidade, porque ainda não havia adotado o profissionalismo. Em 1932, o rubro-negro decidiu voltar à disputa do Baianão após um tempo de ausência, talvez motivado pelo sucesso do novato Bahia logo em seu primeiro ano.


 

10 de abril de 1932

Bahia 

3 – 0

Vitória

Campo da Graça, Salvador

16:05

Raúl Gol marcado Gol marcado   
Gambarrota Gol marcado

   

Árbitro:  BA Vivaldo Tavares

Escalações

Bahia: Teixeira Gomes; Leônidas e Odilon; Mílton, Canoa e Gia; Bayma, Wanderley, Raúl, Rubinho e Gambarrota.

Vitória: Walter; Gilberto e Alencar; Raymundo, Zezito e Carneiro; De-Vecchi, Manelito, Romeu, Coutinho e Zelito Magalhães.


Com um time melhor, mais entrosado, base formada ao longo da campanha do título estadual de 1931, o Bahia foi para cima do futuro arquirrival Vitória, que entrou em campo com um time recém-formado. Logo no primeiro ataque, Gambarrota recebeu na direita, passou por De-Vecchi e chutou por cima do gol. O detalhe é que De-Vecchi era goleiro, mas estava improvisado no meio-de-campo rubro-negro, prova do quão pouco era priorizado o futebol no clube. Perto do fim do primeiro tempo, Raúl recebeu na entrada da área e chutou no cantinho do goleiro Walter, para fazer o primeiro gol da história dos Ba-Vis. O tricolor ia para os vestiários tranquilo. Além do 1 a 0, tinha dois escanteios de vantagem sobre o adversário. O número de "esquinados" era o segundo critério desempate. Gambarrota, de cabeça, e novamente Raúl completaram o placar no segundo tempo, 3 a 0 para o Bahia.

O primeiro clássico oficial e de 90 minutos foi realizado cerca de cinco meses depois, em 18 de Setembro de 1932.2 A exemplo do que aconteceu no jogo anterior, o Bahia venceu o primeiro Ba-Vi de 90 minutos por 3 a 0. Desta vez, com gols de Guarany, Bayma e Raúl. A partida teve arbitragem de Osvaldo de Souza e renda de um conto (milhão) e 206 mil-réis.3 A importância do jogo pode ser percebida pelo pouco espaço dado pelo Jornal A Tarde, o principal do estado na época e um dos principais ainda hoje, no periódico de 19 de Setembro de 1932:

O S.C. Bahia derrotou o S.C. Vitória no encontro de ontem, de 3×0 gols, estes marcados no primeiro tempo, quando o campeão bahiano actuou muito bem, com bello padrão de jogo. Os três pontos foram verdadeiramente techinicos, producto da inteligente combinação das linhas. De todos, o mais bello foi o gol de Raúl, calma, consciência, tendo a frente o beck e o keep, o lado direito de De-Vecchi bem defendido, colocou na esquerda. Só mesmo Araquém marcou um assim, aqui na Graça. O gol só valeu pela partida.

O surgimento da rivalidade

Os primeiros Ba-Vis da história, porém, não foram cercados por toda a expectativa e rivalidade que cercam os clássicos disputados nos dias de hoje. Afinal, na década de 30 Bahia e Vitória ainda não eram os clubes mais vencedores do estado, e sequer os mais tradicionais da capital, Salvador. Tampouco tinham torcidas representativas. Em 1932, ano do primeiro Ba-Vi, o Bahia completava seu primeiro aniversário. O Vitória, ainda com um futebol semi-amador, vivia a fase de transição para o profissionalismo e o esporte principal disputado no clube era o remo.

A partir da década de 50, com a popularização dos dois clubes que anos mais tarde se tornariam os maiores da Bahia, o Ba-Vi passou a ganhar seus contornos de rivalidade e emoção, fato que tornou cada confronto entre os clubes um imenso atrativo para os baianos, em jogos que sempre atraem milhares de torcedores e geram repercussão nacional.

No Brasileirão da Série A

A história do confronto em Brasileiros é de equilíbrio. O Vitória tem um triunfo a mais – oito contra sete – em 25 jogos disputados desde 1972. Este é o único clássico deste domingo em que o número de empates é maior do que o de vitórias de qualquer uma das equipes. São dez.

Confira os confrontos:

Bahia 1 x 1 Vitória 11/05/2014 Campeonato Brasileiro 2014 Fonte Nova

Bahia 2 x 0 Vitória 09/10/2013 Campeonato Brasileiro 2013 Fonte Nova

Vitória 0 x 0 Bahia 21/07/2013 Campeonato Brasileiro 2013 Fonte Nova

Vitória 2 x 1 Bahia 12/10/2003 Campeonato Brasileiro 2003 Barradão

Bahia 2 x 1 Vitória 15/06/2003 Campeonato Brasileiro 2003 Fonte Nova

Vitória 1 x 0 Bahia 02/11/2002 Campeonato Brasileiro 2002 Barradão

Vitória 1 x 1 Bahia 21/10/2001 Campeonato Brasileiro 2001 Fonte Nova

Bahia 1 x 0 Vitória 04/10/2000 Campeonato Brasileiro 2000 Fonte Nova

Bahia 3 x 3 Vitória 27/07/1997 Campeonato Brasileiro 1997 Fonte Nova

Vitória 1 x 1 Bahia 13/10/1996 Campeonato Brasileiro 1996 Fonte Nova

Bahia 1 x 1 Vitória 05/11/1995 Campeonato Brasileiro 1995 Fonte Nova

Bahia 0 x 1 Vitória 17/02/1991 Campeonato Brasileiro 1991 Fonte Nova

Bahia 0 x 1 Vitória 09/09/1990 Campeonato Brasileiro 1990 Fonte Nova

Bahia 0 x 3 Vitória 03/12/1989 Campeonato Brasileiro 1989 Fonte Nova

Vitória 1 x 2 Bahia 05/11/1989 Campeonato Brasileiro 1989 Fonte Nova

Bahia 1 x 0 Vitória 07/09/1988 Campeonato Brasileiro 1988 Fonte Nova

Bahia 1 x 2 Vitória 06/10/1979 Campeonato Brasileiro 1979 Fonte Nova

Bahia 4 x 0 Vitória 09/07/1978 Campeonato Brasileiro 1978 Fonte Nova

Bahia 0 x 1 Vitória 23/04/1978 Campeonato Brasileiro 1978 Fonte Nova

Bahia 1 x 0 Vitória 13/11/1977 Campeonato Brasileiro 1977 Fonte Nova

Bahia 0 x 0 Vitória 07/09/1976 Campeonato Brasileiro 1976 Fonte Nova

Bahia 1 x 1 Vitória 07/09/1975 Campeonato Brasileiro 1975 Fonte Nova

Bahia 1 x 1 Vitória 23/03/1974 Campeonato Brasileiro 1974 Fonte Nova

Bahia 0 x 1 Vitória 11/11/1973 Campeonato Brasileiro 1973 Fonte Nova

Bahia 0 x 0 Vitória 12/11/1972 Campeonato Brasileiro 1972 Fonte Nova

Confira o resumo de todos os confrontos:

Números do BaxVice

   

Vitórias

 

Gols

 

Competição

Jogos

Bahia

Vitória

Empates

Bahia

Vitória

Total Gols

Amistosos

50

22

11

17

92

69

161

C.Baiano

333

127

101

105

440

384

824

C.Brasileiro A

25

7

8

10

24

23

47

C.Brasileiro B

1

0

0

1

0

0

0

C.Brasileiro C

2

1

1

0

3

3

6

C.Nordeste

11

4

5

2

16

23

39

Torneios Est.

35

11

17

7

41

41

82

Torneios Nac.

12

5

4

3

11

11

22

Total

469

177

147

145

627

554

1181

Comentários