Brigar para ficar na ponta

Cristóvão diz que Bahia vai brigar para ficar na parte de cima da tabela

Técnico diz que reforços e tempo para treinamentos serão fundamentais para deixar o Tricolor mais forte na retomada do Brasileirão, em julho

A crise que se instalou no Bahia no primeiro semestre deste ano fez com que o Tricolor figurasse como um dos principais candidatos ao rebaixamento no Campeonato Baiano 2013. No entanto, após cinco rodadas da Série A, os objetivos no Fazendão deixaram de ser evitar a queda para a Segunda Divisão e passaram a ser a briga na parte de cima da tabela de classificação.

saiba mais

Com oito pontos conquistados em cinco jogos, o Tricolor entra na pausa do Campeonato Brasileiro 2013 muito perto dos líderes da competição. O desempenho anima o técnico Cristóvão Borges, que a partir de agora terá um mês para treinar a equipe e ainda poderá contar com a contratação de reforços que aumentarão o poder de fogo do time baiano no retorno da Série A, em julho.

– Depois da Copa das Confederações vamos ter condições de brigar pela parte de cima da tabela de classificação. O grupo vai ser fortalecido. Pelo que a gente já mostrou, com todas as dificuldades que tínhamos, e em termos de preparação, que começamos muito atrás, a equipe fez uma mini campanha satisfatória. Vamos ter tempo para treinar, chegada de alguns jogadores e vamos voltar mais fortes – avaliou o técnico Cristóvão Borges.

O treinador tricolor afirma que aina não teve tempo para dar a sua cara ao Bahia. O único trabalho que teve desde que assumiu o Tricolor, foi o de renovar o ânimo dos atletas. O investimento no lado psicológico do time deu certo. Em cinco jogos, o Bahia conquistou dois triunfos e dois empates, desempenho que surpreende mesmo o próprio Cristóvão Borges.

– Não tracei metas para o time. Quando cheguei a situação era emergencial. Precisávamos recuperar a equipe psicologicamente. Isso era mais urgente. Fomos trabalhando jogo a jogo, sabendo que teríamos o recesso, que é nosso grande trunfo. Estávamos jogando para isso. A equipe surpreendentemente conseguiu fazer muitos pontos. Os jogadores compraram a ideia e conseguimos chegar onde estamos – pontuou o treinador.

Como o próximo jogo está marcado apenas para o dia 7 de julho, a comissão técnica do Bahia decidiu dar um descanso ao elenco. Os jogadores ganharam cinco dias de folga e só voltam ao Fazendão na sexta-feira. Neste domingo, apenas nove dos 18 atletas que viajaram para o Rio de Janeiro desembarcaram em Salvador

Fonte: GLOBOESPORTE.COM

Foto: ECB