Cartões sem crédito

Cristóvão nega surpresa com número de cartões diante da Ponte Preta

 


 

Em confronto marcado pelo alto número de cartões amarelos (11), Ponte Preta e Bahia empataram por 0 a 0, neste sábado, no estádio Moisés Lucarelli. Entretanto, o treinador da equipe tricolor, Cristóvão Borges, não ficou surpreso com a quantidade de advertências dadas pelo árbitro potiguar Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro e afirmou que já havia alertado seus comandados sobre as possíveis dificuldades.

"Já sabíamos que esse jogo seria diferente e nos preparamos para isso. Pelas características, por atuar aqui nesse campo. A partida é muito marcada, truncada. Precisamos ficar atentos o tempo inteiro, porque são poucas as oportunidades. De qualquer forma, ter levado um ponto é importante", disse.

O resultado obtido em território paulista teria sido pior se o goleiro Marcelo Lomba não estivesse em grande noite. O atleta foi responsável por defender duas cobranças de pênalti do centroavante William, garantido a igualdade no marcado em Campinas.

"Pegar dois pênaltis em uma partida é a hora do gol do goleiro. Foi importantíssimo e Lomba foi decisivo. É um grande jogador e tem nos ajudado bastante. Atleta importante e experiente, que temos confiança e que passa muita tranquilidade para a equipe", encerrou Cristóvão Borges.

O Bahia volta a entrar em campo no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), quando mede forças com seu arquirrival, Vitória, na Arena Fonte Nova. Nesta temporada, o clube tricolor sofreu duas goleadas diante da equipe rubro-negra no Campeonato Estadual, sucumbindo por 5 a 1 e 7 a 3. Atualmente, o time comandado por Cristóvão Borges é o quarto colocado no Brasileiro, com 12 pontos.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Gazeta Press