Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Comemorando folga pro próximo jogo, Guto Ferreira avalia o Galícia, lanterna do Baiano

Guto Ferreira pede foco dos jogadores do Bahia diante do Galícia no próximo domingo (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Passada a goleada sobre o Moto Club pela Copa do Nordeste, o Bahia volta agora as atenções para o Campeonato Baiano. No próximo domingo, na Arena Fonte Nova, o Tricolor vai receber o Galícia, lanterna do estadual, pela oitava rodada da competição. Até lá, a equipe terá a semana completa para se dedicar apenas aos treinamentos.

No último domingo, após o duelo válido pelo Nordestão, o técnico Guto Ferreira comemorou a folga que terá no calendário. Ele analisou a importância de poder trabalhar com todo o grupo durante a semana e destacou que terá tempo para corrigir erros e reforçar acertos.

– É importantíssimo para várias coisas. Só para você ter uma ideia, quando chegarmos em Salvador, vamos ter completado o décimo trecho de avião em nove dias. Sendo que o trecho mais curto foi de 1h. Isso gera um desgaste grande, a família, o pessoal poder conviver com os filhos. Praticamente foi um bate-volta em casa. Mas foi bom. Não temos que reclamar. A profissão é isso. Vamos ter tempo de trabalhar de forma efetiva, porque, mesmo poupando, eles trabalham muito a parte física e a parte técnica. Ritmo. Mas a parte mais tática do conjunto era pouco trabalhada, por causa da sequência de jogos. Às vezes, eu ainda segurava, deixava para viajar no dia para trabalhar mais, mas nunca tinha exatamente os 10 da partida seguinte. Até porque, no rodízio, um ou dois iam para a equipe. Quando você tem tempo para trabalhar, tende a ter um tempo para corrigir problemas e fortalecer situações positivas – avaliou o treinador

Somada à folga no calendário, a situação do próximo adversário pode ser encarada por alguns como um elemento facilitador para o Bahia. Mas Guto Ferreira não vê por esse ângulo. Questionado sobre a lanterna do time granadeiro, o treinador é claro: não significa nada. Ele destaca a desatenção que seus comandados demonstraram no segundo tempo da partida deste domingo e pediu que o foco seja mantido, independentemente da posição do Galícia na tabela.

– Nada. Quanto foi o irmão contra o Galícia? Um a zero. Isso mostra que não quer dizer nada o lugar do Galícia na tabela. Em todos os jogos, você tem que procurar trabalhar e fazer em campo. Hoje, quando relaxamos, vocês viram o que aconteceu. Quem vê o resultado diz que foi fácil, mas não foi. Senão o Jean não tinha feito as defesas que fez. O futebol hoje está muito nivelado, não dá para bobear, relaxar. Tem que ter foco total o tempo todo. Na partida contra o Paraná, tivemos um bom ritmo, muitas chances, mas não botamos para dentro. Quando vacilamos, eles botaram, e aí a cabeça fica a um milhão por hora, tendo que ser decisivo, se equilibrar, na casa cheia do adversário, uma guerra, e nós não tivemos o ponto mental para ir buscar a reação, a reversão do quadro. Aí fomos eliminados. Agora tem que servir de amadurecimento, de ponto para melhorar, para crescer e, em momento algum, vacilar – finalizou.

A partida contra o Galícia será realizada às 16h de domingo. Com 14 pontos, o Bahia é o vice-líder da competição – o líder é o Vitória, que tem quatro pontos a mais. O Granadeiro é o lanterna, com apenas um ponto conquistado.

Fonte: Globo Esporte

Comentários
Carregando...