Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Estreante na Sul-Americana e com brasileiro no elenco: conheça o Cerro, adversário do Bahia

Criado em 1922, o clube revelou o zagueiro Diego Godín, do Atlético de Madrid e da seleção uruguaia

Equipe do Cerro, do Uruguai (Foto: Martin Martinez/Focouy)
123

Nesta quarta-feira (25), o Bahia irá enfrentar a equipe do Cerro, do Uruguai, no estádio de Pituaçu, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. A equipe uruguaia disputa a competição pela primeira vez em sua história.

O Cerro foi fundado em 1922 e foi nomeado em homenagem ao bairro de Villa del Cerro, localizado na cidade de Montevidéu, onde foi criado. A equipe azul e branca foi rebaixada duas vezes na história, ambas após perder pontos por causa de atos violentos da sua torcida. O clube manda seus jogos no estádio Luis Tróccoli, reformado em 2010, que tem capacidade para 25 mil pessoas.

Quem começou a carreira na equipe foi o zagueiro Diego Godín, jogador do Atlético de Madrid e capitão da seleção uruguaia. O jogador atuou no clube entre 2003 e 2006 até se transferir para o Nacional.

Diego Godín foi revelado pelo Cerro (Foto: Club Atlético Cerro)
Diego Godín foi revelado pelo Cerro (Foto: Club Atlético Cerro)

O Cerro, na primeira fase da atual Copa Sul-Americana, eliminou o Sport Rosario, do Peru. No jogo de ida, fora de casa, empate em 0 a 0, e na volta, como mandante, triunfo por 2 a 0, com gols de Franco López e Leandro Zazpe.

No último sábado (21), o Cerro estreou no torneio Clausura do Campeonato Uruguaio empatando em 1 a 1 fora de casa com o time do Liverpool. Aníbal Hernández marcou o gol da equipe alviceleste.

A equipe conta com dois estrangeiros no elenco, um deles é o meia brasileiro Felipe Klein. Nascido em Porto Alegre, o jogador foi revelado pelo Internacional e teve passagens por Ferroviário e Fortaleza até fazer carreira fora do país. Entre os anos de 2011 e 2013, o meia atuou no Ahli Sidab, de Omã, e no Cerro Largo, do Uruguai. Depois, em 2014, o jogador voltou ao país para atuar no Icasa, do Ceará. Ele ainda teve uma passagem pelo Goiás, até assinar com o Cerro em 2015. Ele acabou sendo expulso no jogo contra o Liverpool no último final de semana.

O outro estrangeiro é o lateral-direito argentino Gastón Guruceaga, de 27 anos. Ele fez toda a sua carreira no futebol argentino e foi contratado neste ano.

O técnico do Cerro é o ex-atacante uruguaio Fernando Correa. No jogo contra o Liverpool, ele escalou a sua equipe com Irrazabal; Núñez, Alonso, Izquierdo e Zazpe; Leandro Paiva, Tamareo, Aníbal Hernández e Felipe Klein; Franco López e Nicolás González.

Depois de enfrentar o Bahia, o Cerro joga contra o Fênix, no próximo domingo (29), pela segunda rodada do Clausura, no estádio Luis Tróccoli. O jogo de volta contra o Tricolor baiano acontece no dia 8 de agosto, em Montevidéu.

Comentários
Carregando...