Contra a Ponte, restou Lomba

Sem talento, restou Lomba


O sentimento da torcida do Bahia após o jogo contra a Ponte Preta era de euforia após o empate em Campinas, mas muito em virtude das duas defesas de pênalti feitas por Marcelo Lomba. No geral, a equipe voltou a mostrar fragilidades e por pouco não saiu derrotada do Moisés Lucarelli.

Cristóvão Borges resolveu começar a partida marcando atrás, esperando a Ponte, e saindo para o contra-ataque. Recebeu pressão durante boa parte do primeiro tempo e criou apenas uma chance de gol em 45 minutos. Carpegiani escalou Rildo e Chiquinho abertos nas pontas e anulou a saída de bola tricolor pelos lados. Com os laterais "encaixotados", o Bahia foi inerte. A saída de bola pelo meio não funcionou.

Bahia passou boa parte do jogo marcando atrás e sem jogadas ofensivas pelo meio

Bahia passou boa parte do jogo marcando atrás e sem jogadas ofensivas pelo meio

O panorama não se modificou no segundo tempo, e a Ponte Preta resolveu expor sua principal arma: tocar a bola para Rildo e tentar nas bolas paradas decidir o jogo. A estratégia quase deu certo, com o camisa 7 alvinegro sofrendo nove faltas no campo de ataque – duas delas dentro da grande área. Porém, William, ídolo da torcida campineira, consagrou Marcelo Lomba com os dois pênaltis perdidos. Foram as duas primeiras penalidades defendidas pelo goleiro com a camisa do Bahia, e a terceira em toda carreira. A primeira havia sido também em Campinas, contra o Guarani, com a camisa do Flamengo.

O Bahia poderia ter saído de campo vencedor se fosse mais ousado. Porém, a ousadia que se pede esbarra-se nas limitações do elenco. Cristóvão Borges não conta com um meia de criação e o time joga apenas pelos lados em virtude disso. É bem verdade que posicionar Anderson Talisca como terceiro homem do meio-campo, em lugar de um dos três volantes, pode qualificar a saída de bola tricolor. Mas não dá para pedir nada mais além disso. O Bahia estar no G8 do Campeonato Brasileiro é algo heroico.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Elton Serra – blogdataserra

Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press e Reprodução vídeos