Cristóvão acredita no “retorno” da torcida

Vitória fora de casa faz Cristóvão acreditar no "retorno" da torcida

Apesar de muitos protestos contra o presidente Marcelo Guimarães Filho e o projeto do público zero, que vem deixando o time sem o apoio do torcedor, o triunfo contra o Inter fora de casa pode trazer o torcedor do Bahia de volta. É o que pensa o técnico Cristóvão Borges.

Para o comandante, o resultado vai fazer com que a torcida volte a apoiar a equipe. "A torcida vai jogar com a gente, tenho certeza disso. Nós precisávamos é de atitude e tivemos aqui. Merecemos vencer diante de um grande adversário. Isso moraliza bastante e precisávamos disso. Agora, nossa torcida vai vir junto", disse.

Sobre a mudança de postura do tricolor após sua chegada, o treinador foi humilde. Cristóvão evitou alto-elogios e afirmou que o time ainda precisa melhorar.

"Estou procurando fazer o que acredito no futebol. A equipe estava com a autoestima muito baixa e foi por que comecei a trabalhar. A resposta eles têm dado dentro de campo. Mas, ainda estamos longe dos outros", encerrou.

Fonte: Redação Galáticos Online em 02/06/2013

Foto: Divulgação


Vitória fora de casa faz Cristóvão acreditar no "retorno" da torcida

 


Apesar de muitos protestos contra o presidente Marcelo Guimarães Filho e o projeto do público zero, que vem deixando o time sem o apoio do torcedor, o triunfo contra o Inter fora de casa pode trazer o torcedor do Bahia de volta. É o que pensa o técnico Cristóvão Borges.

 


 Para o comandante, o resultado vai fazer com que a torcida volte a apoiar a equipe. "A torcida vai jogar com a gente, tenho certeza disso. Nós precisávamos é de atitude e tivemos aqui. Merecemos vencer diante de um grande adversário. Isso moraliza bastante e precisávamos disso. Agora, nossa torcida vai vir junto", disse.

 


Sobre a mudança de postura do tricolor após sua chegada, o treinador foi humilde. Cristóvão evitou alto-elogios e afirmou que o time ainda precisa melhorar.

 


"Estou procurando fazer o que acredito no futebol. A equipe estava com a autoestima muito baixa e foi por que comecei a trabalhar. A resposta eles têm dado dentro de campo. Mas, ainda estamos longe dos outros", encerrou.

 


Fonte: Redação Galáticos Online em 02/06/2013