Cristóvão comemora ponto conquistado

Pênalti polêmico, expulsão e empate: Cristóvão comemora ponto conquistado

"Jogamos boa parte do segundo tempo com um jogador a menos e levamos um ponto. Então, diante das circunstâncias, foi bom", diz

"Pelas circunstâncias, foi um resultado importante. Jogamos boa parte do segundo tempo com um jogador a menos e levamos um ponto. Então, diante das circunstâncias, foi bom. As substituições foram consequências disso. Tivemos um jogador expulso, a gente teve que refazer, foi refazendo aos poucos e a medida que o jogo foi passando a necessidade de defender melhor se mostrou e a gente foi procurando. Quase não corremos perigo, a equipe soube se defender mesmo com um jogador a menos", disse após a partida.

Para Cristóvão, o pênalti marcado pelo árbitro Marcelo Aparecido, em lance no qual Carlos Alberto se atira após leve contato com Fahel, pesou mais do que a expulsão de Diones. "As duas coisas complicaram. Logicamente, o peso do pênalti é maior porque decretou o empate. Se não tivéssemos sofrido aquele pênalti, com toda certeza a gente continuaria na frente e ganharíamos o jogo. E a expulsão, perder um jogador fica pesado. Mesmo assim, os jogadores se doaram, a gente conseguiu se defender bem".

Ex-treinador do Vasco, Cristóvão admite que só abdicou do ataque por conta do menor número de atletas em campo. "Pelo jogo nós sabíamos que poderíamos ganhar e jogamos para isso, mas com a expulsão, o campeonato é muito duro, o Vasco é uma grande equipe, então com um jogador a menos qualquer jogo fica difícil porque existe um desequilíbrio. Com essa urgência a gente procurou se reorganizar".

Evolução – Cinco rodadas depois, o Bahia tem oito pontos na tabela de classificação da Série A. Com a parada para Copa das Confederações, a equipe só volta a campo no dia sete de julho, contra o Corinthians. Será um mês dedicado a preparação e o técnico tricolor garante evolução no retorno para continuação do Brasileiro.

"Começamos atrás dos outros times em quase em tudo. Mesmo assim conseguimos uma evolução boa. Agora estamos bem colocados, uma classificação inédita para o clube. Isso é importante. Já visualizava esse tempo para trabalhar, agora vou poder treinar melhor a equipe. Além disso, teremos a chegada de alguns jogadores. O grupo vai estar mais forte no recomeço do Brasileiro", prometeu Cristóvão Borges.

Fonte: Hailton Andrade – iBahia.com.

Foto: ECB