Cristóvão fala do baixo rendimento e da ausência de Helder

Cristóvão credita queda de rendimento a sequência de jogos do Brasileirão

Pela primeira vez em três meses, treinador terá uma semana inteira para preparar a equipe

Sem vencer a quatro partidas pelo Campeonato Brasileiro, o Bahia queimou a gordura acumulada no primeiro turno e agora luta contra o rebaixamento. Pra o técnico Cristóvão Borges, a maratona de jogos a que time está sendo submetido prejudica o rendimento dos atletas em campo.

"Eu vejo assim. Nós analisamos isso. Quando começou o campeonato e depois tivemos a paralisação, tivemos tempo para trabalhar e trabalhamos bem. Desse período, os resultados foram muito bons. Quando a sequência de jogos passou a ser quarta a domingo, isso mudou. O Elenco é curto, não é grande. Passamos a jogar duas competições simultâneas e sentimos. Essa reta final tem uma exigência maior por causa da posição que ficamos e temos que responder, buscar resultado, e continuamos nessa sequência. Acho que isso pesa, com sequência de jogos decisivos assim, passamos a jogar final. São várias finais. A gente paga algum preço por isso", explicou o treinador.

Após três meses, o Cristóvão terá uma semana para preparar a equipe para o próximo desafio. O última vez isso aconteceu foi na semana entre as partidas contra Flamengo e Atlético-PR, ainda pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Ano atípico – O início de 2013 para os jogadores do Bahia aconteceu de forma atípica. Eliminado de forma precoce da Copa do Nordeste, o clube passou por uma inter-temporada de quase quarenta dias apenas com treinos e alguns amistosos. Após o início do Brasileirão, a equipe passou por mais um período de parada, devido a realização da Copa das Confederações.

Vamos votar:

A maior Torcida do Nordeste

A BELA Tricolor Katiely Kathissumi precisa do seu voto

Não deixe de ler:

Arenas das Dunas será garantida com Petróleo

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Cristóvão Borges nega desespero por ausência de Hélder contra o Grêmio

Uma das principais peças do meio campo do Bahia, volante recebeu cartão vermelho e não encara o Grêmio em Porto Alegre

Homem de confiança do técnico Cristóvão Borges, o volante Hélder não poderá atuar diante do Grêmio, no próximo domingo (3), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O jogador recebeu o cartão vermelho no empate do Tricolor com o Atlético-PR por 1 a 1 na Fonte Nova. Questionado sobre a ausência, Cristóvão afirmou que não existe momento para desespero.

Hélder é o homem de confiança do técnico Cristóvão Borges

"Desespero em momento algum. Existe, claro, uma preocupação em perder o Hélder ou atletas que jogam mais vezes. A gente já até se habituou. Temos que fazer mudanças, e muitos jogadores têm entrado bem", explicou o treinador.

Sem Hélder em campo, o Tricolor disputou quatro partidas no Brasileirão. A equipe somou uma derrota, para o Corinthians, no primeiro turno, dois empates com a Ponte Preta, e apenas uma vitória, sobre o São Paulo, de virada, no primeiro turno do Brasileirão. O volante marcou apenas um gol, no triunfo sobre o Náutico, por 2 a 0, na Fonte Nova.

Retornos – Para o duelo no Sul, o técnico Cristóvão Borges terá retornos. Os atacantes Souza e Fernandão, que cumpriram suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Atlético-PR, estão à disposição do treinador. Já o atacante Wallyson ainda se recupera de uma lesão na coxa direita e segue fora da equipe.


Fonte IBahia

Fotos: Mauro Akin Nassor/Correio – Felipe Oliveira/ECB