De graça? Até ônibus errado…

“Se o Vitória aceita, é uma posição do Vitória”, diz MGF sobre ida de Maracás

Na apresentação do novo Centro de Treinamentos do Bahia, o presidente Marcelo Guimarães Filho não escapou dos questionamentos sobre a ‘revoada’ de atletas das divisões de base.  O dirigente garantiu que outros jogadores não irão sair do Tricolor por conta de problemas no recolhimento do FGTS.

Questionado pelo Galáticos Online sobre a possível ida de Maracás para o Vitória, o mandatário não quis acusar o rival de um aliciamento. “Não posso acusar o Vitória, não dá para falar sobre isso. Todos estes atletas, inclusive o Maracás, vamos continuar brigando na Justiça. Vamos ver o que vai acontecer no futuro. Se o Vitória aceita, é uma posição do Vitória, não me cabe questionar. Tenho confiança que estes atletas que pediram pra sair, vão ficar, porque vamos reverter essa situação. Mas se quiseram sair não tem problema, lembro do Mansur, desejei boa sorte a ele quando saiu do clube e logo depois surgiu o Jussandro que tomou conta da posição, que hoje é titular do time na Série A”, disse.

Marcelinho afirmou que “até certo ponto a saída destes atletas foi natural, por causa da mudança radical que fizemos no setor de base, com a saída de Motta e de alguns jogadores, mas não foi desse tamanho que parece ser”.  O mandatário ressaltou que continuará em diálogo com os jogadores para resolveu a situação.

“Passamos um pente fino agora, fizemos uma auditoria interna, mas pode ter acontecido um erro lá atrás, alguém pode ter falhado lá atrás e ter causado este problema para o clube, que não vai mais se repetir”, finalizou MGF.

Fonte: Leonardo Santana – Galáticos online

Foto: ECB e Internet