Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Debate sobre o envolvimento de grupos de mídia no escândalo da FIFA; Assista

0

Observatório da Imprensa debate o envolvimento de grupos de mídia no escândalo da FIFA

O escândalo da Fifa que levou à prisão sete dirigentes – entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marín – , acusados de fraude e lavagem de dinheiro, coloca a corrupção em debate. E a impunidade, enraizada na sociedade, é uma consequência que gera a violência urbana e alimenta um ciclo difícil de se romper na escalada de crimes do dia a dia.

Como afirmou o sociólogo espanhol Manuel Castells “A sociedade brasileira não é simpática, é uma sociedade que se mata”. A frase pode ser comprovada no número de vítimas da violência. São vários tipos de crimes no cotidiano do cidadão: sexuais, feminicídio, homicídios com arma de fogo, e agora com armas brancas. No Rio, em quatro meses, 167 pessoas ficaram feridas a faca. O fato ganhou enorme repercussão com a morte do médico Jaime Gold na Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos cartões postais mais visitados na cidade e cenário de provas dos Jogos Olímpicos de 2016. Ele morreu depois de ser esfaqueado por assaltantes que levaram a bicicleta e a carteira do cardiologista.

A escalada da violência também atinge outros bairros e com outras armas. Na periferia, cresce o números de pessoas atingidas por balas perdidas em incursões da polícia ou em confronto com traficantes. No mesmo dia da morte do médico, dois moradores do morro do Dendê da Ilha do Governador morreram vítimas de uma operação policial.

Os crimes sexuais tomaram outro vulto quando começaram a ser notificados os casos de estupro em universidades e escolas. O recente caso da estudante de 12 anos estuprada em São Paulo por 3 colegas, deixa claro que a questão é grave. Mesmo depois da aprovação da lei do feminicídio sancionada em abril pela Presidente Dilma Rousseff.

O Observatório da Imprensa quer contribuir com a discussão destes assuntos que, juntos, expressam a violência que toma conta das manchetes da mídia nacional e internacional e faz a fama do país. Para analisar o tema, o jornalista Alberto Dines recebe Fernando Molica, colunista de O Dia; Luiz Fernando Gomes, editor do Lance!; e Luiz Fernando Vianna, colunista da Folha de S. Paulo.

Comentários