Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Douglas afirma que Bahia não vai abdicar de atacar contra o Botafogo

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira (3), pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana

Douglas concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
17

Na manhã desta terça-feira (2), o goleiro Douglas concedeu entrevista coletiva no Fazendão. Ele foi o principal destaque do Bahia no jogo de ida contra o Botafogo, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, vencido pelo Tricolor por 2 a 1. Na partida, o goleiro fez nove defesas, sendo três difíceis. Porém, Douglas acabou falhando no lance do gol botafoguense.

As duas equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira (3), e Douglas volta a jogar após ter cumprido suspensão na partida contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. O goleiro avaliou a sua atuação no jogo de ida como boa, mas reconheceu ter falhado no gol do Botafogo:

Foi uma atuação boa de uma forma geral. Eu também vejo como uma falha no gol, e serviu de aprendizado para mim e para a equipe. A gente entende que o gol não é ocasionado só por um lance da defesa, mas o surgimento dele, coletivamente, a gente poderia ter evitado. Mas esse é nosso papel, saber lidar com as falhas, triunfos, derrotas. A gente vai crescendo, amadurecendo com tudo isso e procura sempre se manter equilibrado, focado na partida. A gente fica chateado pela falha, mas feliz pelo resultado, atuação de uma forma geral, e seguimos em frente cada vez melhor e aprendendo

Após ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, o Bahia precisa apenas de um empate para avançar às quartas de final da competição continental. O Tricolor precisa apenas não sofrer gols no jogo desta quarta, mas, desde a partida de ida, o Botafogo fez dois jogos e marcou seis gols. Douglas sabe que o Bahia precisa saber se defender, mas não pode abdicar de atacar:

Não é só o Botafogo que tem grandes ataques, jogadores com qualidade. Claro que, quando o time tem sequência de partidas e faz um número de gols, o ataque, automaticamente, fica com mais confiança. Mas a preparação é igual para todas as partidas. A gente analisa momento e possíveis opções do Botafogo. Nos preparamos para evitar os gols e, evitando os gols contra o Botafogo, nos classificamos. Mas a gente não vai abdicar de jogar e fazer gols. Se fizermos gols, isso nos coloca em uma situação muito próxima da classificação.

O Bahia tem a chance de se classificar, pela primeira vez na sua história, para as quartas de final da Copa Sul-Americana. Douglas não vê esta possibilidade como um peso, mas sim como uma motivação para o jogo desta quarta:

A gente sempre está pensando em vencer para agradar aos nossos torcedores. A gente sabe que a torcida do Bahia é apaixonada, ela vê um grande potencial no nosso time, nos vê capaz de estar em uma melhor colocação, brigando por título. É uma oportunidade de marcar história no Bahia, sabemos disso. É um campeonato que o clube ainda não tem, uma fase a que o clube ainda não chegou. Isso não é um peso para nós, mas uma motivação. Conseguindo a classificação, isso vai nos dar confiança, gás a mais, para melhorar a nossa posição no Brasileiro

O confronto entre Bahia e Botafogo será nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Nilton Santos.

Confira o que Douglas falou em entrevista coletiva

Time entre Brasileiro e Sul-Americana
– É difícil, mas nós temos jogadores que têm boa experiência, uma comissão com experiência. Temos consciência de saber separar bem as competições. Então, a gente tem se preparado para o jogo contra o Botafogo, mas sem deixar de pensar na nossa sequência de partidas decisivas no Campeonato Brasileiro também. Sabemos que é desgastante com a sequência de jogos, e a gente precisa pensar nessa sequência. Por isso, tenho certeza que o professor Enderson vai fazer as escolhas corretas para que a gente tenha um time na quarta para conseguir vencer e conquiste a classificação. E também para duelar com o Grêmio e conseguir o resultado em Porto Alegre.

Importância da classificação
– A gente sabe da importância do Bahia em disputar um campeonato internacional e chegar em uma Libertadores. Mas a gente chega em um momento do ano, e para mim fica claro pelo que apresentamos no ano, as partidas que fizemos. Temos a condição sim de passar dessa fase da Sul-Americana, de estar em uma melhor colocação no Brasileiro por tudo que a gente tem de elenco, organização do clube. Porém, no Brasileiro, não estamos na posição que desejamos. E nesse momento temos que pensar jogo a jogo, a melhor estratégia, o melhor time para enfrentar o Botafogo e pensar no Grêmio. Se criou uma expectativa muito grande pelo que foi criado em cima do nosso elenco e isso, com certeza, gerou uma cobrança e responsabilidade maior, que a gente procura enfrentar da melhor maneira possível. Mas, nesse momento, pela nossa posição no Brasileiro, a gente tem que pensar jogo a jogo para que consiga, o quanto antes, nos afastar daquela situação perigosa, da parte de baixo da tabela, sempre estar com o melhor time para enfrentar os adversários na Sul-Americana, sabendo gerenciar bem essas duas competições. Como o professor falou, o importante é o final. Estamos preocupados com o Botafogo e depois contra o Grêmio.

Comentários
Carregando...