Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Edigar Junio diz agradecer a Deus pela possibilidade de chegar ao 100º jogo pelo Bahia

Atacante tem 98 partidas com a camisa tricolor e marcou 34 gols

Edigar Junio concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
61

Na tarde desta quinta-feira (22), o atacante Edigar Junio concedeu entrevista coletiva no Fazendão. Desde 2016 no Bahia, o jogador tem 98 jogos com a camisa do clube e está na contagem regressiva para a sua 100ª partida pelo Tricolor. O atacante deve atingir a marca na partida contra o Botafogo-PB, pela Copa do Nordeste, na próxima quinta-feira (29). Para isso, ele precisará estar em campo contra o Juazeirense, neste domingo (25), pela semifinal do Campeonato Baiano.

Autor de 34 gols pelo Bahia, Edigar Junio se disse honrado por vestir a camisa Tricolor por todo este tempo e luta para guardar seu nome na história do clube:

A gente começa a ver um filme desde que cheguei aqui. Tantas coisas aconteceram. Só tenho a agradecer a Deus o que tenho vivido aqui, à torcida pelo carinho, principalmente nos últimos tempos. Espero que a gente siga unido

O atacante completou:

Espero que venha 100, que eu aumente essa marca e, se Deus quiser, eu siga fazendo história aqui no Bahia.

Porém, apesar da comemoração pessoal, Edigar Junio relembrou da importância de entrar com responsabilidade no jogo de domingo contra o Juazeirense. Para avançar à final, o Bahia pode até empatar a partida, mas o atacante acredita que isso não facilita as coisas para a equipe, afinal as últimas partidas contra este adversário foram complicadas e o Tricolor precisa entrar com cuidado:

A gente tem que estar focado do começo ao último minuto. Não pode desleixar, desmerecer o adversário. A gente sabe que eles têm qualidade

No jogo de ida contra o Juazeirense, o Bahia se preocupou muito com o estado do gramado do estádio Adauto Moraes. Para a volta, na Fonte Nova, esta questão não preocupa o Tricolor e pode facilitar o desempenho da equipe. É o que garante Edigar Junio:

Temos que jogar nosso jogo. Aqui a gente está mais habituado, já tem os atalhos. De fato, a gente não pode deixar de citar que o campo atrapalhou um pouco. Mas não podemos sempre dar desculpa do campo. Tem que passar por cima de todas as adversidades. Domingo tem que fazer boa apresentação, ser convincente

Confira o que Edigar Junio falou em entrevista coletiva

Posicionamento
– A gente sabe que não fez um bom primeiro tempo. No intervalo, a gente teve que mudar a postura, não só tecnicamente, mas também de vontade. Isso foi primordial. Em relação a meu posicionamento, comecei segundo tempo pela ponta e, depois, o professor me colocou centralizado. Como sempre digo, onde estiver jogando eu vou dar meu máximo

Desfalques
– A gente sempre quer estar com todos os jogadores à disposição. Nosso elenco é qualificado. Eles são muito importantes, mas tem outros jogadores no elenco que podem suprir.

Momento
– Sabemos que não tem sido um início de ano como a gente gostaria, mas a gente está caminhando, está evoluindo. Ano passado, se não me engano, a gente foi campeão invicto. Esse não já tivemos duas derrotas. O importante é que a gente está conseguindo evoluir bem, vindo numa crescente. Jogamos contra o Náutico, tivemos aquela derrota, jogamos um bom jogo, mas infelizmente não vieram os três pontos. Na quarta não tivemos um bom jogo no primeiro tempo, mas o importante foram os três pontos.

Comentários
Carregando...