Eduardo admite incômodo com vaias: “Triste por ser desrespeito”

Eduardo treina com o time do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

O lateral-direito Eduardo vem sendo alvo de críticas da torcida e neste domingo (26), na derrota para a Chapecoense, na Arena Fonte Nova, ele recebeu vaias após levar cartão amarelo, no segundo tempo da partida.

Eduardo falou à Rádio Itapoan FM após a partida e tentou minimizar as críticas, porém admitiu incômodo com as vaias, que ele tratou como “desrespeito”:

Ajudei, sei o quanto posso ajudar. Crítica é sempre bom. Cada um encara de uma forma. Não ligo muito. Só fico triste por ser desrespeito pelo que já fiz. Joguei três campeonatos seguidos sozinho, praticamente. Eles deviam levar em consideração o esforço que fiz. São 35 jogos praticamente, muito esforço, abdicação, entrega. Mas é isso. Faz parte do futebol brasileiro, infelizmente

Porém, Eduardo falou que pensa em continuar no Bahia para a próxima temporada. O lateral foi emprestado pelo Atlético-PR e tem contrato apenas até o final deste ano. Ele já teria avisado a diretoria que quer ficar no Tricolor:

Eu penso. Já falei com a diretoria a minha intenção. Mas está nas mãos deles; já dei meu aval, quero ficar, minha família gosta muito daqui, sou nordestino, gosto muito daqui. Mas vamos ver no que vai dar.

Nesta temporada, o lateral realizou 54 partidas, todas como titular.

Leia também:
Empresário declara que Eder está deixando o Bahia rumo ao Novorizontino
Santos está interessado em Diego Cerri, mas presidente diz desconhecer negociação
Guilherme Bellintani avalia proposta do São Paulo por Jean: “Ainda não é suficiente”
Lateral-esquerdo Juninho Capixaba é sondado pelo Corinthians