Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Élber faz contas para o Bahia se livrar do risco de rebaixamento e pensa em metas maiores

Para o atacante, o Tricolor precisa de três triunfos nas últimas nove rodadas para passar dos 45 pontos e evitar qualquer risco de queda

Élber concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

Na manhã desta sexta-feira (26), o atacante Élber concedeu entrevista coletiva no Fazendão. O jogador projetou o futuro do Bahia nestas últimas nove rodadas do Campeonato Brasileiro. O Tricolor está na 11ª posição da competição, com 37 pontos, a oito dos 45, considerado o “número mágico” para afastar qualquer risco de rebaixamento à Série B. Só após chegar a este número, que será alcançado com três triunfos, o elenco do Bahia poderá pensar em metas maiores no campeonato.

Acho que a gente fez bons jogos. Sabemos que, para sobreviver na Série A, o mínimo de pontos é 45. Então, com mais dois triunfos, vamos a 43. Acho que, com três triunfos, garantimos a permanência na Série A, e o campeonato fica até mais fácil para a gente jogar.

Após a equipe garantir a permanência, Élber diz que o Tricolor poderá pensar até em Libertadores. A equipe está nove pontos atrás do Atlético-MG, que abre o G-6.

Acho que, se a gente conseguir uma sequência de triunfos, coloca o Bahia em um patamar mais alto, perto da Libertadores, pré-Libertadores. Então, a gente, sem dúvida nenhuma, pensa nesse objetivo. Mas acho que o objetivo de todos, no momento, é livrar de vez o Bahia dessa posição perto da zona, apesar de distanciar um pouco. Mas acho que, se a gente conseguir, temos que pensar, sim, em Libertadores e pré-Libertadores

Élber se mostra otimista por conta das últimas boas atuações do Tricolor, que não perde há três jogos no Campeonato Brasileiro e vem de dois triunfos seguidos. O próximo desafio será manter a boa fase contra o Corinthians, neste sábado (27), às 19h, na Arena Corinthians:

São partidas muito boas que nosso time já fez no ano. Acho que, apesar de ser um jogo difícil, foi [o empate fora de casa] contra o Grêmio [a melhor partida do Bahia], mesmo com todas as adversidades. Ninguém acreditava que a gente pudesse ir lá e fazer um grande jogo e mostrou que pode jogar de igual para igual com qualquer equipe do Brasil. Não só pelo meu lado [Élber marcou dois gols], mas ali foi momento de toda a equipe. Se eu fiz o gol, toda a equipe participou. No primeiro gol, foi uma jogada ensaiada que a gente treina bastante com Léo e Nilton. No outro, foi uma jogada de contra-ataque que eu pude fazer o gol. Foi mérito de toda equipe. Não só esse, como outros que fizemos fora de casa. Temos que levar as coisas boas para frente. Esse é o momento de conquistar mais pontos fora de casa.

Para o jogo deste sábado, Élber retorna ao ataque do Bahia após ter desfalcado a equipe nas últimas duas partidas por estar lesionado. Ele deve jogar junto com Edigar Junio no ataque tricolor, já que Gilberto está machucado:

São dois jogadores parecidos, apesar do Edigar segurar mais a bola. O Gilberto é um cara mais finalizador, artilheiro nato, apesar do Edigar também ser. Mas acho que não muda muita coisa, são dois grandes jogadores, que têm totais condições de vestir a camisa do Bahia, de serem os nossos artilheiros. O Bahia está bem servido independente de quem jogar.

Comentários
Carregando...