Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Em apresentação, Elton fala sobre posição de preferência: “Segundo volante”

Elton se apresenta no Bahia ao lado de Diego Cerri (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)
19

Nesta terça-feira (9), o volante Elton foi apresentado como reforço do Bahia pelo diretor Diego Cerri. Ele veio ao clube com responsabilidade de ser um dos substitutos de Renê Júnior, um dos principais destaques do Bahia em 2017, que se transferiu para o o Corinthians. Cerri falou sobre os motivos que levaram o Bahia a apostar no jogador, de 27 anos, que atuou na Ponte Preta no último Campeonato Brasileiro:

Volante, um atleta que já com boa experiência, que passou por grandes clubes. No último ano, atuou pela Ponte Preta. É um jogador que a gente já vinha mapeando há algum tempo, está ambientando

Nesta terça-feira, Elton treinou entre os titulares e disse ter ficado feliz com o reconhecimento e confiança:

A gente fica feliz. É sinal que o nosso trabalho está sendo reconhecido. Por onde passei fui muito bem, dei o meu máximo. Vou dar o meu máximo para sempre estar jogando. Aqui é um clube que dá toda assistência. A gente quer sempre estar jogando. Fico feliz de o Guto confiar em mim.

Elton também falou sobre a sua posição preferida em campo. Mais confortável como segundo volante, o jogador se pôs à disposição do treinador Guto Ferreira para atuar de qualquer forma:

Eu fico mais confortável como segundo volante, gosto de jogar mais perto do gol. Mas estou à disposição dele. Se precisar como primeiro volante posso fazer também.

O jogador declarou que, antes de fechar com o Bahia, conversou com dois ex-colegas de time com passagens pelo Tricolor: o goleiro Muriel, titular do Bahia na campanha do acesso em 2016, e o zagueiro Jackson, que vem se recuperando de lesão no clube desde o ano passado.

Converso bastante com Muriel, Jackson. Pude falar quando chegou a proposta. Sempre ouvia falar coisas boas do Bahia. Quando a gente chega, vê que é verdade.

Confira o que Elton declarou em entrevista coletiva:

Nordeste
– Um pouco diferente. Amanhece muito cedo, 5h30 o sol está na janela. Mas não tem para onde correr. Tem que treinar porque é importante para o ano. Estamos aproveitando.

Treinamentos
– Jogador fica na ansiedade porque o tempo vai passando para saber a equipe. O Guto está treinando bem a parte da saída de bola. Tenho certeza que ele vai montar a melhor equipe. Praticamente todos vão jogar, tem muito campeonato.

Torcida do Bahia
– Ano passado vim enfrentar o Bahia aqui. Torcedor dá para perceber que é apaixonado. Isso é importante. A gente está do lado deles. A partir do momento que entrar ali a gente vai honrar.

Nova oportunidade
– A gente fica muito triste quando cai [com a Ponte Preta]. Mas quando chega proposta do clube da Série A, a gente vê que trabalho está sendo bem feito. É esquecer o ano passado.

Comentários
Carregando...