Ex-lateral Mailson está deprimido e bastante debilitado

Ex-lateral Mailson está deprimido e bastante debilitado, diz amigo

Nova gestão do Bahia se comprometeu a continuar ajudando o ex-atleta, que sofre de uma doença degenerativa

O ex-lateral do Bahia, Maílson Souza Duarte, teve uma piora no quadro clínica da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença degenerativa que limita os movimentos das mãos e pernas, além de atrapalhar a fala. O ex-jogador, que deu entrada na Unidade de Terapia intensiva (UTI) do Instituto Cárdio Pulmonar, no último dia 16 de setembro, teve alta hospitalar depois de 26 dias internado, mas ainda está bastante debilitado.

De acordo com informações de Cristóvão Contreiras, amigo de Mailson, embora tenha saído do hospital, o ex-jogador ainda precisa de cuidados especiais. "Ele deixou o hospital no dia 11 de outubro, já está em casa, mas continua cheio de aparelhos, que o plano de saúde cobriu. É uma espécie de home care (estrutura de hospital montada na casa do paciente)", explicou.

Mailson defendeu o Bahia entre 1988 e 1995 e foi ídolo tricolor nos anos 90. Ele foi diagnosticado com a síndrome em 2010 e, atualmente, tem um grande comprometimento nas funções motoras, o que tem deixado o ex-atleta deprimido. "Ele está muito deprimido, não quer contato com ninguém, não quer nem que abra a janela. Ele não fala há algum tempo, mas está lúcido", lamentou o amigo da família.

Mailson não fala e se locomove com uma cadeira de rodas

Além de lidar com a ELA, Mailson ainda enfrenta dificuldades financeiras. Sem condições físicas de trabalhar, o ex-lateral depende de doações para se sustentar. "A ajuda que ele recebia do Bahia, quando Marcelo Guimarães Filho era presidente, ele já não recebe mais. Ele está passando por muitas necessidades, inclusive para comprar remédios. É uma situação muito delicada. A esposa dele, Lícia, chegou a entrar em contato com a nova diretoria do Bahia, conversou com Fernando Schmidt (atual presidente do clube) e ele disse que conversaria com Reub Celestino (diretor administrativo-financeiro) para ver se podem ajudar Mailson. Pelo que ela me disse, o Bahia até ajudou inicialmente, mas parou e ela ainda não deu um novo retorno. Semana que vem ela vai voltar ao clube para uma reunião", explicou.

Bahia se compromete a ajudar- O Correio24Horas entrou em contato com o Bahia para saber se há intenção e possibilidade de haver algum tipo de ajuda financeira. O gerente de comunicação do clube, Nelson Barros Neto, garantiu que o clube está disposto a continuar ajudando o atleta.

Reub Celestino garantiu também que a ajuda financeira só foi interrompida pela situação caótica em que o clube se encontrava, mas afirmou que a esposa do ex-jogador pode procurar o clube para uma nova reunião, para esclarecer quais são as necessidades de Mailson e, assim, definir o valor que será doado pelo Tricolor.

Vamos votar:

A maior Torcida do Nordeste

A BELA Tricolor Katiely Kathissumi precisa do seu voto

Não deixe de ler:

Ex-dirigentes do Bahia serão investigados pelo MPE

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Além disso, o presidente Fernando Schmidt garantiu que o Bahia organizará um jogo de futebol no final do ano, em homenagem ao bicampeonato brasileiro de 88, e que parte da renda será destinada ao ex-lateral. A família de Mailson também faz campanhas na internet para arrecadar fundos para o ex-jogador. Constantemente amigos e parentes divulgam a conta bancária da família e pedem doações.


Fonte: Fernanda Varela – Correio

Foto: Evandro Veiga – Correio