Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

F1: Hamilton não teve adversários em Monza; Massa larga em quarto

3

Hamilton domina Nico, encerra jejum e é pole em Monza; Massa fica em 4º

Inglês da Mercedes é o mais rápido nas três partes do treino classificatório e larga na frente no GP da Itália. Williams mostra força e Bottas consegue terceiro lugar no grid

Nas sete etapas anteriores, Lewis Hamilton viu seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg conquistar a pole seis vezes. Quando o alemão não começou na posição de honra, na Áustria, quem largou na frente foi Felipe Massa. Mas neste sábado, o piloto britânico, enfim, acabou com esse jejum. Dominante, Hamilton foi o mais rápido em todas as três partes do treino classificatório (Q1, Q2 e Q3). E com o tempo de 1m24s109, garantiu a pole position para o GP da Itália deste domingo. O líder do campeonato Rosberg, pelo menos, garantiu um lugar na primeira fila, ao anotar 1m24s383. E depois da polêmica batida no início da prova anterior, na Bélgica, os companheiros – e concorrentes na briga pelo título – voltam a largar lado a lado nesta 13ª etapa de 2014, garantindo fortes emoções para a corrida que a partir das 8h35 (horário de Brasília).

Hamilton pódio treino GP Itália (Foto: Reuters)

Lewis Hamilton celebra a pole position para o GP da Itália

A Williams mostrou força no veloz circuito de Monza e se firmou como segunda força desse fim de semana. Atrás apenas da dupla das Flechas de Prata, Felipe Massa e Valtteri Bottas se alternaram na terceira e quarta posições durante a sessão. No fim, o finlandês conseguiu o terceiro lugar no grid, com 1m24s697, enquanto o brasileiro ficou em quarto, a menos de dois décimos, com 1m24s865.

Felipe Massa treino classificatório para o GP da Itália (Foto: Getty Images)

Felipe Massa foi bem, mas acabou à sombra de Bottas no treino classificatório para o GP da Itália

Outra equipe a ir bem neste sábado foi a McLaren. O jovem dinamarquês Kevin Magnussen conseguiu a quinta colocação, logo à frente de seu companheiro, o veterano Jenson Button. Na etapa da casa da Ferrari, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen não conseguiram brilhar diante dos “tifosi”, como são conhecidos os apaixonados torcedores da escuderia. O espanhol, pelo menos, avançou ao Q3 e obteve o sétimo lugar no grid. Já o “Homem de Gelo”, mesmo sob os olhares de sua bela namorada, a modelo Minttu Virtanen, acabou sendo a grande decepção do dia. Após errar duas vezes, foi eliminado no Q2. Ele terminou com o 12º tempo, mas largará em 11º porque Daniil Kvyat, da STR, foi penalizado com dez posições no grid por usar seu sexto motor em 2014, estourando o limite de propulsores permitidos.

De chassi novo, Sebastian Vettel superou a má fase e se impôs sobre o parceiro de RBR, Daniel Ricciardo, mais uma vez nesse fim de semana. O tetracampeão fez o oitavo tempo, enquanto o sorridente australiano ficou em nono. Intruso entre as grandes equipes, o mexicano Sergio Pérez colocou a Force India no Q3 e fechou o top 10.  

Q1

Williams mostra as caras no início da classificação

A Williams, particularmente, Felipe Massa, mostrou força no Q1. O brasileiro chegou a figurar como o mais veloz desta parte, mas acabou superado, por poucos milésimos pelos pilotos da Mercedes. No fim, Massa avançou ao Q2 em terceiro (1m25s528) contra 1m25s363 de Hamilton e 1m25s493 de Rosberg. Bottas ficou em quarto, a meio segundo do paulista, com 1m26s012. Outra equipe a se destacar foi a STR, com Vergne passando em quinto e Kvyat, em sexto, acompanhados pelos carros da McLaren de Button e Magnussen. Os pilotos da Ferrari -Alonso (10º) e Raikkonen (13º) – e da RBR – Vettel (12º) e Ricciardo (14º) – foram discretos, mas também avançaram. A Lotus, que desistiu do desenvolvimento do carro de 2014, confirmou a péssima fase vendo sua dupla – Maldonado e Grosjean – ser eliminada juntamente com os pilotos das equipes nanicas: Kobayashi (Caterham), Bianchi (Marussia), Chilton (Marussia) e Ericsson (Caterham).  

Q2

Raikkonen erra duas vezes e é eliminado

No Q2, a Mercedes mostrou sua força. Hamilton e Rosberg dominaram e fizeram os melhores tempos: 1m24s560 e 1m24s600, respectivamente. Bottas deu o troco em Massa e classificou-se para a  superpole com o terceiro tempo, 1m24s858, contra 1m25s046 do brasileiro. Alonso, Button, Vettel, Pérez e Ricciardo vieream na sequência. Magnussen conseguiu o décimo tempo com o cronômetro zerado, empurrando Raikkonen para a zona de eliminação. O finlandês, que ainda foi superado por Kvyat e caiu para 12º, foi a grande decepção da segunda parte da sessão, errando suas duas tentativas de volta rápida. Junto com Kimi e Kvyat caíram no Q2 também: Vergne (STR), Hulkenberg (Force India), Sutil (Sauber) e Gutiérrez (Sauber). 

Kimi Raikkonen treino classificatório GP da Itália (Foto: Getty Images)

Kimi Raikkonen errou demais e foi a grande decepção da sessão a ser eliminado no Q2

Q3

Hamilton não dá chance para ninguém na superpole

Pérez foi o primeiro a completar volta cronometrada no Q3. O mexicano da Force India fez 1m26s230, tempo ainda alto para brigar pelas primeiras posições. Rosberg foi o primeiro a pisar fundo, anotando 1m24s552 e subir para primeiro. Bottas e Massa fizeram, respectivamente, 1m24s697 e 1m24s865, e vieram logo as seguir. Hamilton cravou 1m24s109 e assumiu a pole provisória. A cinco minutos do fim da sessão, todos os competidores foram para os boxes para trocar os pneus para suas últimas tentativas de voltas rápidas.

Bottas completou sua volta e não melhorou o tempo. Rosberg chegou a fazer uma primeira parcial melhor que a de Hamilton, mas não conseguiu manter o ritmo e, apesar de baixar sua marca, o 1m24s383 não foi suficiente para bater o tempo do companheiro. Com a pole praticamente garantida, o britânico não precisou nem forçar em sua última tentativa, passando bem a cima. Massa também não melhorou sua marca e ficou com a quarta posição.

GRID DE LARGADA

Grid de largada para o GP da Itália (Foto: GloboEsporte.com)

gp italia circuito formula 1 (Foto: Editoria de Arte)

 

 

Comentários
Carregando...