‘Faltosos’: Rátis promete providências

Bahia: Interventor promete 'providências' com funcionários faltosos

Bahia: Interventor promete 'providências' com funcionários faltosos

 


O processo de intervenção do Esporte Clube Bahia chegou ao décimo dia. De acordo com o interventor, o objetivo é reorganizar a lista de sócios do clube e convocar nova eleição para escolha do presidente, destituído do cargo. No entanto, até chegar lá, a tarefa do advogado Carlos Rátis não será tão fácil.

Desde que assumiu o posto de administrador do clube, o interventor tem encontrado dificuldades, principalmente na parte administrativa. Ao chegar à sede do clube, no Edifício Mundo Plaza, logo no primeiro dia, encontrou apenas a secretária no local.

A situação se repetiu por outros dias. Segundo Carlos Rátis, os funcionários que atuam na área financeira e recursos humanos do clube não estão comparecendo como deveriam ao trabalho, e assim dificultando o processo de intervenção.

Insatisfeito, o advogado promete tomar providências quanto ao comportamento dos empregados do clube.

– Não nos importa saber o porquê ele foi ou deixou de ir. Nossa responsabilidade agora é tomar medidas para o bem do clube. Não podemos admitir que pessoas trabalhem e outras não. Eles são funcionários do Bahia. Os funcionários do financeiro não se fizeram presente ao trabalho – afirmou em entrevista à TV Aratu.

Rátis, apesar da atitude de parte dos funcionários, contou que adotou a estratégia de buscar informações financeiras junto às agências bancárias. E foi desta forma que o advogado tomou conhecimento da situação financeira do Bahia que, segundo ele, é considerada complicada.

– Existe, sim, uma dificuldade financeira. Mas já buscamos uma antecipação junto aos fornecedores e pessoas ligados ao clube que querem ajudar. É uma situação complicada que já estamos resolvendo para fazer o clube andar normalmente – disse.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Felipe Santana – Bahia Notícias

Foto: Felipe Santana – Bahia Notícias