Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Comemorando boa fase, Gilberto fala do trabalho para aumentar a média de gols do Bahia

Bahia está invicto desde a sua estreia; atacante marcou cinco gols em sete partidas

Gilberto concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
44

Na tarde desta segunda-feira (13), o atacante Gilberto concedeu entrevista coletiva no Fazendão. O jogador falou da sua grande fase com a camisa do Bahia. Após a sua estreia, o Tricolor está invicto há oito partidas, muito por conta dos seus gols: foram cinco, em sete jogos. Por conta disso, não demorou muito para o atacante cair nas graças da torcida.

Mesmo tímido, Gilberto mostrou toda a sua felicidade pelo bom momento. O jogador disse que não esperava que os bons resultados, os gols e o bom relacionamento com a torcida chegassem tão rápido:

Fico feliz em poder ajudar. Quando cheguei ao Bahia, a minha intenção era ajudar de todas as maneiras. Estou sendo grato, feliz, por aquilo que está acontecendo. Não esperava conseguir algo importante tão rápido, que é chegar em um clube e fazer diversos gols em pouco tempo. Mas acho que o mérito todo está no grupo. O que o grupo vem fazendo, o torcedor está gostando demais

Com uma boa média de quase um gol por jogo, Gilberto declarou que o trabalho cotidiano é o fundamental para alcançar essa marca. O atacante garantiu que não faltará empenho para aumentar a média:

Vamos prolongar. Se der para fazer gols todas as vezes, irei fazer. Não gosto de prometer, gosto de trabalhar sério, buscar ter oportunidade. Cada jogo a gente tem que saber a importância, trabalhar sério para conseguir o resultado.

Gilberto também comentou o bom entrosamento do ataque Tricolor, falando sobre as boas atuações do quarteto formado por ele, Vinícius, Zé Rafael e Edigar Junio. Sem a bola, eles conseguem marcar sob pressão para não deixar o adversário respirar. Com a bola, eles praticam um jogo agressivo e efetivo:

Nós temos um entrosamento porque a gente conversa bastante. No jogo a gente vê onde pode sobressair, se comunica, fala, a gente tenta consertar algumas coisas para que possa sempre dar assistência ou marcar. Isso é importante para quem está jogando no setor.

A boa fase do Bahia poderá se tornar ainda maior caso a equipe passe pelo Palmeiras, na próxima quinta-feira (16), pelas quartas de final da Copa do Brasil. Caso o Tricolor se classifique, chegará às semifinais da competição pela primeira vez na sua história. Sabendo disso, Gilberto mostrou esperança na classificação:

Jogo de futebol é simples. A gente tem totais condições de surpreender, respeitando sempre qualquer equipe que a gente for jogar. A gente preza isso, respeitar a outras equipes, mas a gente tem que fazer o nosso trabalho. Não vai ser diferente no jogo de quinta. A gente vai buscar o resultado positivo a nosso favor.

Na próxima quinta-feira (16), às 19h15, o Bahia enfrenta o Palmeiras, no Pacaembu, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. O jogo de ida terminou empatado em 0 a 0.

Confira o que Gilberto falou em entrevista coletiva

Fazer história
– Acho que sim. Tenho certeza que sim. Bahia ainda não passou para a semifinal da Copa do Brasil, e nós temos essa oportunidade. Respeito a outra equipe, mas a gente tem que fazer o máximo possível para conquista.

Mais respeito ao Bahia?
– Se eu fosse jogar contra o Bahia, eu respeitaria bastante porque o grupo está fazendo uma coisa formidável. Gosto de ver os jogos depois e você vê a entrega dos jogadores de nosso elenco. A gente quer buscar sempre o resultado, a todo momento tenta envolver os adversários. É um time qualificado sim.

Cruzamentos
– Vamos cobrar de ninguém não. Está tudo certo. Essa estatística é boa, não é ruim. Quanto mais a bola passar por ali, uma hora vai sobrar e gente vai colocar pra dentro. Só peço a meus laterais que continuem fazendo.

Comentários
Carregando...