Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

GP de Monza: Hamilton supera Rosberg; Massa volta ao pódio; Veja

1

Nico vacila, Hamilton vence na Itália, e Massa alcança primeiro pódio do ano

Alemão passa britânico na largada, mas erra chicane e dá a vitória de bandeja para parceiro de equipe. Brasileiro chega em terceiro e volta ao pódio após um ano e meio

Que dia para Felipe Massa. Pouco depois de ser confirmado pela Williams na próxima temporada, o brasileiro deixou a má sorte para trás, fez uma bela e consistente exibição no GP da Itália deste domingo e chegou em terceiro – atrás apenas do vencedor Lewis Hamilton e do segundo colocado, Nico Rosberg. Foi o primeiro pódio de Massa no ano e, consequentemente, em sua nova equipe. Ele quebrou também um jejum que já durava um ano e quatro meses, desde o GP da Espanha, em maio de 2013. E justamente em um local especial, Monza, casa da Ferrari, equipe que defendeu durante oito anos.

E no pódio, o piloto paulista recebeu o carinho dos "tifosi", como são conhecidos os apaixonados torcedores da Ferrari, que o aplaudiram efusivamente. Tratamento diferente teve Rosberg. Com a imagem arranhada depois do toque em Hamilton na etapa anterior, na Bélgica, o alemão levou uma sonora vaia na cerimônia de premiação.

Rosberg, Hamilton e Massa pódio GP da Itália (Foto: AFP)

Nico Rosberg, Lewis Hamilton e Felipe Massa no pódio do GP da Itália

Partindo da pole position, o inglês largou mal e foi superado por Nico, Massa e Kevin Magnussen, (McLaren). Mas Hamilton reagiu rápido, ultrapassando o brasileiro e o dinamarquês logo nas primeiras voltas para subir para segundo. Depois, se beneficiou de um tremendo vacilo do parceiro para recuperar a primeira colocação, quando Nico errou a freada e passou direto em uma das chicane de Monza, na 29 das 55 voltas da prova.

Hamilton chegada GP da Itália (Foto: AFP)

Lewis Hamilton recebe a bandeirada da vitória na Itália

Apesar do revés para Hamilton, Rosberg segue firme na liderança do Mundial com 238 pontos. No entanto, viu o parceiro chegar aos 216 e reduzir a diferença de 29 para 22 pontos. Massa chegou aos 55 pontos e continua na nona colocação no Mundial de Pilotos. Restam seis etapas para o fim da temporada. O próximo desafio é daqui a duas semanas, o GP de Cingapura.

A CORRIDA

Depois de tanto batalhar pela pole, Hamilton viu sua liderança durar poucos metros. Largando do lado sujo da pista, o inglês foi logo superado pelo companheiro Rosberg e viu também Magnussen, que começou em quinto, pular para segundo, e Massa, que partiu em quarto, assumir a terceira posição. Quem também largou muito mal foi Bottas. O finlandês despencou da terceira para a décima posição.

No começo da prova, Hamilton ouvia da equipe pelo rádio para mudar o mapeamento do motor, enquanto tinha dificuldades para pressionar Massa e Magnussen. Mais a frente, na quinta volta, o brasileiro da Williams dava o bote no dinamarquês e assumia a segunda posição. O britânico aproveitou e foi no embalo, subindo para terceiro. Nesse momento, Vettel completava o top 5, seguido por Button, Alonso, Pérez, Raikkonen e Bottas. Na passagem seguinte, o primeiro abandono: Chilton entrou muito rápido na curva Roggia, atingiu uma das zebras e acabou na brita, batendo na barreira de proteção.

Rosberg liderava tranquilamente. Tão tranquilamente que acabou se distraindo e passou reto na primeira chicane, tendo que voltar à pista pela área de escape. Como tinha boa vantagem sobre Massa, o alemão ainda conseguiu retornar à frente do brasileiro. No entanto, viu a diferença diminuir para 2s.

Hamilton ultrapassa Massa e sobe para segundo

Na volta 10, Hamilton surpreendeu Massa com uma linda e arriscada manobra por fora na primeira chicane e assumiu a segunda colocação. O piloto da Williams tentou segurar a posição, mas precisou recolher para evitar o toque.

Com o caminho livre, o britânico começou a fazer volta mais rápida atrás de volta mais rápida para tentar reduzir a desvantagem para Rosberg. Cinco giros depois, Hamilton estava apenas 1s5 do parceiro de time. Massa, por sua vez, conseguia manter um ritmo forte, ficando a cinco segundos do inglês da Mercedes, enquanto Magnussen já havia ficado para trás, a quase 20s dos líderes. Mais atrás, Bottas fazia uma bela corrida de recuperação. Com manobras sobre Raikkonen, Pérez, Alonso e Button, o finlandês subiu da décima para a sexta colocação.

Dos ponteiros, o quinto colocado Vettel abriu o trabalho dos boxes, na 20ª volta. O alemão retornou na 15ª posição. Com a faca nos dentes, Bottas não tomou conhecimento de Magnussen e, com a parada do alemão no RBR, passou para quarto. Massa fez seu pit stop na 24ª volta, trocou os pneus médios por duros, e retornou em quinto. Na passagem seguinte foi a vez do líder Rosberg visitar os boxes, colocando Hamilton na liderança provisória. O britânico parou uma volta depois e o alemão voltou à ponta. Depois da rodada de pit stops, o brasileiro reassumiu a terceira posição.

Rosberg erra chicane e Hamilton assume a ponta

A liderança de Rosberg acabou na volta 29. E por um novo vacilo do alemão. Assim como no início da prova, Nico passou direto na chicane. Dessa vez, porém, ele não tinha vantagem suficiente e viu Hamilton retomar a ponta perdida na largada. Segundos depois, Alonso abandonava a corrida nesse mesmo ponto em razão de uma pane no ERS (sistema recuperação de energia) de sua Ferrari.

Pisando fundo, Hamilton logo abriu de Rosberg. Distante da dupla da Mercedes e com boa vantagem sobre o quarto colocado Vettel, Massa corria “sozinho” em terceiro. Diferentemente de seu companheiro Bottas, que suava para passar Magnussen, em uma briga encarniçada, com direito a um chega pra lá do dinamarquês, que jogou o finlandês para fora da pista. Por causa do incidente, o jovem da McLaren foi penalizado com um stop and go de cinco segundos.

Enquanto os três primeiros estavam disparados na frente, o pelotão formado por Vettel, Bottas, Magnussen, Pérez, Button e Ricciardo era a grande atração da corrida. O finlandês da Williams deu o bote no alemão da RBR e subiu para quarto. Logo atrás, Ricciardo se aproveitou da tentativa fracassada de ultrapassagem de Button sobre Pérez e passou o inglês. Discreto até então, o australiano “acordou” e deu um belo drible no mexicano para assumir a sétima posição. Pouco depois, desbancou Magnussen e subiu para sexto.

O australiano, então, partiu em busca de seu companheiro Vettel. Em poucas voltas, colou no companheiro de equipe e viu o alemão fechar a porta na primeira chicane. Na segunda, porém, Ricciardo enganou o parceiro e conseguiu fazer a manobra que lhe rendeu a quinta colocação.

Lá na frente, Hamilton administrava uma confortável vantagem para Rosberg, levando sua Mercedes até a bandeirada. Nico cruzou em segundo, a três segundos do companheiro. Felipe Massa completou em terceiro. Mais atrás, Bottas e Ricciardo completaram o top 5.

RESULTADO FINAL – GP DA ITÁLIA

Resultado final do GP da Itália (Foto: GloboEsporte.com)

gp italia circuito formula 1 (Foto: Editoria de Arte)

Comentários
Carregando...