Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Grata surpresa: Jacó fala de sonho realizado em atuar na AFN

6

Titular surpresa, Jacó fala de sonho realizado em atuar na Fonte Nova

Jogador de 19 anos está no Bahia há cinco anos e foi artilheiro do Baiano Sub-20 com dez gols marcados. Ele foi escolhido para substituir Léo Gamalho no sábado

Jacó atuou como titular no sábado, no triunfo sobre o Luverdense (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Quando Léo Gamalho reclamou de dores na panturrilha e acabou vetado na última sexta-feira, Jacó não era apontado como provável substituto do centroavante. Apesar de também jogar como referência no ataque, o atleta de 19 anos era considerado um “azarão” entre as alternativas disponíveis. Sérgio Soares tinha a opção de reforçar o meio de campo com a entrada de Rômulo, ou manter o trio de ataque com João Leonardo. O técnico, no entanto, decidiu surpreender. Melhor para Jacó, que pela primeira vez atuou como titular do grupo profissional do Bahia.

Revelado nas categorias de base do clube baiano, Jacó estreou no time principal na temporada passada, quando entrou nos minutos finais da derrota para o Coritiba, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Luverdense, contudo, é que está marcado na memória do jogador, que realizou o sonho de atuar na Arena Fonte Nova e foi decisivo no triunfo tricolor, com o passe para o gol de João Leonardo.

– Não tenho como descrever a sensação. Só posso garantir que foi a realização de um sonho que guardo desde os 15 anos, quando cheguei ao clube. Sempre desejei jogar na Fonte Nova e ser decisivo num jogo para nossa torcida. Mais feliz ainda por ter a presença de meus pais nas arquibancadas torcendo por mim – declarou o jovem atacante.

A escalação como titular para a partida contra o Luverdense pegou até mesmo o próprio Jacó de surpresa. O atleta havia entrado em campo no meio de semana, contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro Sub-20, e não esperava saltar diretamente para o time principal do Bahia.

– Confesso que não esperava entrar jogando. Na quinta-feira estava atuando pelo sub-20 e depois que fui convocado para o jogo, imaginei que pudesse ter uma chance durante a partida. Mas, graças a Deus, o professor Sérgio Soares optou por mim e pude colaborar com a equipe – comemorou.

A família de Jacó também comemorou a primeira chance do atacante como titular no time profissional. Na Fonte Nova, os pais do atleta não esconderam a alegria de ver o filho com a camisa do Bahia.

– Nossos esforços são enormes para que ele continue trabalhando em busca do sonho de ser ídolo do Bahia. Naturalmente, esse é um desejo nosso também. Estou, particularmente, feliz demais por ter presenciado essa estreia dele no time titular – disse Vânia Guimarães, a mãe de Jacó.

O pai do atacante ainda contou uma curiosidade sobre o filho. O nome da revelação tricolor é na verdade Carlos Alberto Guimarães Filho. Jacó é apenas um apelido dado pelo avô.

Jacó atacante do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Jacó foi escolhido por Sérgio Soares para substituir Léo Gamalho (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

– Na realidade, meu apelido era Jacó. Veio da família religiosa. Quando tive meu filho, coloquei o mesmo nome que o meu, mas meu pai disse que se eu sou Jacó, meu filho é Jacozinho. O apelido pegou na família e entre os amigos. Acabou que no futebol ficou só Jacó e ele leva isso até hoje – declarou Carlos Alberto Guimarães, pai do jogador.

No Bahia há quase cinco anos, Jacó foi artilheiro do Campeonato Baiano Sub-20 deste ano com dez gols. No Brasileiro da categoria, ele tem um gol marcado.

Comentários
Carregando...