Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Lamentando ausência do VAR no Brasileirão, Guilherme Bellintani diz que Bahia não vai desistir dessa luta

Clubes da Série A votaram contra a adoção do árbitro de vídeo; Bahia foi favorável à medida

Guilherme Bellintani concede entrevista (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
234

Nesta segunda-feira (5), os clubes da Série A votaram contra a adoção do árbitro de vídeo (VAR) no Campeonato Brasileiro de 2018. 12 clubes votaram contra, enquanto que 7 eram favoráveis ao uso do VAR. Um dos clubes favoráveis à medida tecnológica era o Bahia, representado pelo presidente Guilherme Bellintani.

Em entrevista ao site Bahia Notícias, o presidente tricolor disse ter ficado descontente com o resultado da votação e ressaltou a importância da adoção da medida para o Bahia, mesmo que o clube precisasse pagar por isto. Guilherme Bellintani declarou que o Tricolor irá seguir batalhando pela adoção do VAR:

O Bahia fez a escolha pelo conceito e pelo modelo. Em hipótese extrema até bancando os custos. Fazendo o cálculo dos prejuízos diretos e indiretos decorrente dos erros, o valor fica pequeno perto da segurança para disputar a competição. Infelizmente não foi a escolha adotada. Mas o Bahia não vai desistir desta luta para que o árbitro de vídeo seja implantado

O presidente ainda declarou:

Em uma situação extrema, nossa declaração seria de bancar o custo. Mas nossa opinião é de aceitar o sistema e encontrar modelos de financiamento. O custo apresentado é alto, mas mesmo que seja necessário pagar, já seria algo benéfico

De acordo com a CBF, o preço da adoção do árbitro de vídeo no Brasileirão seria de cerca de R$ 50 mil por partida.

Comentários
Carregando...