Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Guto Ferreira acredita que Bahia foi superior e não mereceu ter perdido para o Náutico

Neste sábado (10), Bahia perdeu para o Náutico por 1 a 0 pela Copa do Nordeste

Guto Ferreira concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
38

Neste sábado (10), o Bahia perdeu para o Náutico por 1 a 0 na Arena Pernambuco, pela Copa do Nordeste. O treinador Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva após a partida. Para ele, o Bahia conseguiu criar boas chances de gol, principalmente na segunda etapa e merecia resultado melhor:

O jogo se você pegar a posse de bola, as oportunidades de gol, nós criamos muito mais. Tivemos um volume de jogo que não era para ter perdido. Mas eles foram competentes defensivamente, e nós não conseguimos empurrar nossa bola para o gol para empatar a partida. Eles conseguiram no primeiro tempo, no contra-ataque, fazer o gol que deu o triunfo par eles. Se puxar as estatísticas, vai ver o domínio do Bahia. Mas futebol às vezes tem isso

Para Guto Ferreira, a equipe do Bahia não teve contundência no ataque durante o primeiro tempo. No intervalo, o treinador pediu para que a equipe fizesse mais jogadas pelas laterais e trocou Kayke e Elton por Júnior Brumado e Élber.

O primeiro tempo faltou [jogadas pelas laterais]. Time começou bem, de forma agressiva, criando oportunidades no início. O gol saiu cedo. Esse gol trouxe tranquilidade para eles e nos atrapalhou um pouquinho. A equipe foi buscando, crescendo, mas não conseguiu colocar para dentro.

Mesmo com a derrota, o Bahia se manteve na segunda posição do grupo, com seis pontos, mas permitiu a aproximação do Náutico, que agora tem quatro pontos. Com isso, Guto Ferreira acredita que a partida contra o Altos, no próximo dia 20, será bastante importante:

Futebol é assim. Não pode vacilar. Errou… Viemos buscar a classificação e não conseguimos. Temos dois jogos. Um jogo importante contra ao Altos, que virou fator decisivo para nossa classificação e depois ir chancelar a vaga lá na Paraíba.

Confira o que Guto Ferreira falou em entrevista coletiva

Náutico teve mais força de vontade?
– Muito relativo. Acho que eles tiveram uma força de vontade que em uma partida normal de campeonato Brasileiro não sei se teriam terminado com 11 jogadores em campo.

Atuação
Tem que ser honesto. Logicamente o resultado nos deixa bastante chateados. Não estou contente com o resultado. Tem questões que poderíamos fazer melhor e questões que fizemos bem. Não foi um jogo de todo ruim e não foi bom. Se fosse bom teríamos vencido.

Élber e Allione
– Élber não entrou jogando por essa atenção [desgaste]. A medida que o jogo não andou e tivemos necessidade de velocidade, colocamos. Ele nos ajudou, fez boas jogadas. A hora que sentiu, entrou Allione. Na primeira jogada, o cara agarrou Allione, se jogou por cima dele, e ele teve uma entorse. Ele foi valente, superou, rodou pelo campo todo fazendo careta. Mas não saiu do jogo, enfrentou, foi até o fim. Quem está em casa não percebe. Ele seguiu no jogo. Volto a falar, algumas situações que aconteceram no jogo que em uma partida normal nem sempre acontece.

Comentários
Carregando...