Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Pregando mistério, Guto Ferreira diz não temer força do Palmeiras

Tricolor enfrenta o Palmeiras neste sábado (19), às 21h, no Allianz Parque

Guto Ferreira concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
43

Na manhã desta sexta-feira (18), o técnico Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva no Fazendão. O treinador falou sobre a partida deste sábado (19), contra o Palmeiras, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Para a partida, o Bahia não contará com o lateral-direito João Pedro, que foi o titular da posição nas últimas duas partidas. O jogador pertence ao time paulista e não jogará por questões contratuais. Nino Paraíba deve entrar no seu lugar. Porém, por outro lado, o Tricolor conta com o retorno do zagueiro Tiago, que volta de lesão. Com isso, o jovem Everson deve voltar para reserva. Porém…

Nesta semana, o Bahia fez treinos fechados à imprensa e Guto Ferreira prega o mistério. O técnico não confirmou nem o retorno de Tiago ao time titular:

É mistério [risos]. Acho que passa pelo todo, pelo tempo parado de Tiago, voltando contra quem volta. A gente tem algumas preocupações. Temos a decisão tomada, mas não vamos revelar. Importante que a coisa seja progressiva

 

O Bahia perdeu os seus dois primeiros jogos fora de casa no Brasileirão. Contra o Palmeiras, o Tricolor busca seu primeiro triunfo longe dos seus domínios. Guto Ferreira reconhece a força do clube paulista, que possui o elenco mais caro do país, mas acredita que o Bahia pode fazer uma partida equilibrada:

Quem tem muito poder de investimento tende a trazer as melhores condições de trabalho, os melhores – entre parênteses – jogadores. Joga campeonatos que impulsionam você estar em estágio à frente. Agora, nós temos que buscar, dentro das nossas limitações e virtudes, chegar o mais perto possível do equilíbrio com eles. O futebol permite que aqueles teoricamente mais fracos rivalizem equilíbrio com estratégia, disposição. Cada momento no futebol é um momento. O teoricamente mais fraco do Bahia, porque parte da leitura do mercado, pode fazer com que o Bahia rivalize de igual para igual e possa vencer. Não acredito nessa diferença.

Após sofrer o empate nos acréscimos na partida contra o São Paulo. Guto diz que o Tricolor busca cometer menos erros no jogo contra o Palmeiras para trazer um bom resultado:

Foi no final. Se você analisar lance no contexto geral, a gente poderia ter assentado o jogo ao invés de ter buscado o terceiro gol. Mas o lance precisamente do gol, reavaliando, o jogador foi de uma felicidade muito grande. Não vou fazer críticas porque naquela altura do jogo a minha equipe posicionou de forma a fechar um eventual passe com uma linha de cinco e deixou, de certa forma, solto o jogador que acertou do meio da rua. Se ele tenta o passe, ele não entra, que é normalmente o que acontece. A qualidade dele empatou o jogo.

Guto Ferreira ainda completou:

Eu acho que a gente tem conseguido fazer muitas coisas dentro de campo. Indiferente de quem venha, quem seja o adversário, nós temos como rivalizar. O mais importante é saber o que são nossas virtudes, defeitos, e trabalhar, acreditar até o último minuto. Você tem que seguir buscando errar o menos possível.

O Bahia enfrenta o Palmeiras às 21h deste sábado, no Allianz Parque, em São Paulo. O Tricolor, além de João Pedro, não poderá contar com o meia Allione, que também pertence ao Palmeiras.

Comentários
Carregando...