Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Juninho fala em ter “sequência e ritmo” para voltar a ser titular

Juninho concede entrevista coletiva (Foto: Rafael Teles)

Um dos grandes nomes do acesso do Bahia em 2016, Juninho não vem conseguindo manter as boas atuações e a titularidade em 2017. Com uma grande concorrência no setor, o volante perdeu a vaga de titular para Edson e Renê Júnior, chegando a ser preterido também por Matheus Sales.

Depois de não ter nem entrado em campo nas duas últimas partidas, Juninho teve a chance de entrar como titular no jogo contra o Cruzeiro. O Bahia perdeu a partida, mas o jogador declarou ter ficado feliz com a oportunidade de jogar os 90 minutos. Segundo o volante, sua falta de regularidade é causada por uma falta de uma grande sequência de partidas.

Ano passado, eu tive uma sequência muito boa, acho que a regularidade vem com isso, sequência e ritmo. Esse ano, eu não tive sequência, minha maior sequência foi de dois jogos. Como qualquer jogador, eu preciso de sequência. Depois de oito jogos sem jogar mais de 20 minutos, eu tive chance no último jogo. Joguei 90 minutos e fiquei muito feliz. Foi graças ao meu empenho no dia a dia, a minha dedicação. Se eu for escolhido para jogar domingo outra vez eu vou dar meu máximo para ajudar o Bahia

Juninho só foi titular contra o Cruzeiro por conta de uma lesão de Renê Júnior, titular da posição. Renê tem um hematoma na coxa e deverá desfalcar o Bahia por cerca de 11 dias. Juninho lamentou a lesão do colega de time, mas admitiu que a situação pode ser uma oportunidade para ele.

É um dos jogadores mais regulares do Bahia no ano. Vai fazer falta para o Bahia, então a gente lamenta a saída dele. Não torço para que ninguém machuque, mas também vejo isso como uma oportunidade para mim

No Bahia desde o ano passado, Juninho soma 97 partidas e 16 gols pela equipe. O volante persegue as marcas de 100 partidas pela equipe e a de maior volante artilheiro do Tricolor, posto que pertence a Fahel, com 25 gols marcados.

É sempre bom ter bons números dentro da equipe. Vou ficar muito feliz chegando à marca de 100 jogos, não é qualquer um que consegue isso. Então se eu conseguir atingir essa meta de 25 gols que o Fahel atingiu, vou ficar muito feliz de ajudar o Bahia

O próximo desafio do Bahia pelo Brasileirão será na Arena Fonte Nova, no próximo domingo (24), contra o Grêmio.

Comentários
Carregando...