Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Aniversariante do dia, Júnior Brumado fala sobre Seleção sub-20 e os outros atacantes do Bahia

Jogador desfalcou o Bahia nas últimas duas partidas porque foi convocado para a Seleção Brasileira sub-20

Júnior Brumado concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
41

Na tarde deste terça-feira (15), o atacante Júnior Brumado concedeu entrevista coletiva no Fazendão. O jovem jogador desfalcou o Bahia nos jogos contra o Vasco e São Paulo porque foi convocado para um período de treinos da Seleção Brasileira sub-20. Porém, ele está de volta e reforça a equipe na próxima partida, no sábado (19), contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

Na entrevista, Júnior Brumado falou sobre o período em que passou com a Seleção. Nos trabalhos realizados, o atacante jogou um amistoso contra o Corinthians, vencido por 2 a 1. Na partida, ele deu uma assistência:

Foi no CT do Corinthians. Fiquei uma semana lá no CT do Corinthians. Foi uma experiência muito importante. Acho que questão de conhecer jogadores da minha idade, que atuam pelo profissional… Cheguei lá com bastante respeito, de poder estar no profissional e poder chegar lá com peso, representando o Bahia. Para mim foi muito importante, por conhecer pessoas novas, treinador, que é o Amadeu, me deu bastante moral, a comissão técnica também. Espero estar de novo em junho. Contra o Corinthians mesmo, ganhamos de 2 a 1. O primeiro a gente fez na pressão da bola. E o segundo foi uma jogada desacreditada, que eu gosto bastante de… Quando eles desacreditam, eu vou na bola. E consegui dar um passe e deixar o Tetê do Grêmio na cara do gol e fazer o 2 a 0

Júnior Brumado volta ao Tricolor em um momento em que Edigar Junio, titular da posição, vive boa fase. Porém, Kayke, que deveria ser o reserva imediato no ataque, não está em um bom momento. Na partida contra o São Paulo, ele perdeu chances e foi vaiado pela torcida.

Todo atacante tem que ter responsabilidade. Certo que eu respeito o momento de cada um. Kayke é um excelente jogador, mas não vive um bom momento. Tenho que respeitar. Não adianta ficar criticando, sendo que é companheiro de equipe. Edigar ficou alguns jogos sem marcar. Voltou e tem dois jogos e três gols. Fico feliz por ele e por todos. Espero que meu retorno seja importante para a equipe e para mim, fazendo gol.

Nesta terça-feira, o atacante completou 19 anos. Nascido em Brumado, o jogador lamentou estar distante da família:

Eu gostei muito desde que fiz 12, 13 anos. Porque, desde que saí de casa, com 13 anos, esse é o meu sexto ano fora de casa no aniversário. Nunca tive minha mãe e meu pai por perto. Nunca acordei no outro dia com minha mãe lá para me dar um abraço. Sempre fui sozinho. Então me acostumei. É triste, porque a gente prefere estar com pai e mãe. Querer dar um abraço e falar o quanto te ama. Mas é minha profissão. Tenho que viver com isso. Ter tranquilidade hoje, passar por cima disso, porque é minha profissão. Sofrer com isso vai ter consequência lá na frente.

Confira o que Júnior Brumado falou em entrevista coletiva

Satisfação com a boa fase
– Isso é fruto de trabalho. Não adianta a gente achar que sempre essas coisas que conquistei aos poucos. Não adianta pensar que está bom. Para mim, isso nunca está bom. Só quero trabalhar mais e mais e dar alegria à torcida, porque quanto mais você trabalha, mais as coisas acontecem. Não adianta querer ficar pensando nisso. O Santos passou, o Juazeirense passou, os times passaram. Quero mais neste ano.

Palmeiras
– Questão do futebol profissional é isso. A Série A é um campeonato de nível alto. Todo time vai ter dificuldades, alguns jogadores de algumas equipes se sobressaem, jogadores experientes, de capacidade diferente. A gente tem que estar preparado para tudo. Tem que ir para lá e jogar de igual para igual.

Final do Campeonato Baiano sub-20
– Vou estar lá amanhã, vou assistir ao jogo. Desejo sorte ao Sub-20, que tem jogadores com qualidade, que jogam no profissional e desceram para jogar o Baiano. Trabalho com eles, a gente confia em cada um. Vou estar lá para torcer e, quem sabe, sair com triunfo e, no próximo jogo, ser campeão.

Período na seleção
– Excelente. Porque é importante. Conhecer pessoas novas. E estar naquele bolo. Tem 45 atletas hoje que eles estão olhando. Neste ano, vão ter mais quatro ou cinco. Tem Sul-Americana ano que vem. Estão puxando jogadores que atuam mais no profissional, que têm potencial para jogar pela Seleção. Então diminuíram o grupo para fechar para o Sul-Americana, que vai ser em 2019, no começo de janeiro.

Comentários
Carregando...