Madson terá que voltar

Liminar é revogada, e Madson terá que voltar para o Bahia

Atleta conseguiu se desvincular do Tricolor na Justiça, por não recolhimento do FGTS. Ele terá que voltar ao treino nesta quinta

Liminar é revogada e Madson terá que voltar ao Bahia


 

A novela Bahia x jogadores da base ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. O departamento jurídico do Tricolor recorreu na justiça e conseguiu revogar a decisão que tirava Madson do Fazendão por não recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Com isso, o atleta está novamente vinculado ao clube, e terá que comparecer ao terino desta quinta-feira, sob o risco de ser punido se não o fizer.

Madson rescindiu contrato com o clube no início desta semana. Segundo o empresário do atleta, Gessé Carvalho, o ala sequer possui cadastro no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Até o treino desta manhã, o Bahia não tinha se pronunciado oficialmente sobre o caso, alegando não ter sido notificado, porém o jurídico do clube já estava sob aviso.

Gessé, inclusive, confirmou que já recebeu sondagens de vários clubes para contratar Madson, mas ressaltou que preferia esperar para decidir qual seria o futuro do jovem atleta. Apesar do imbróglio, o empresário garantiu que conversaria com Anderson Barros, diretor de futebol do Tricolor.

– Tem muita gente ligando. Não estou nem atendendo ao celular para evitar especular o futuro do Madson. Vou ter uma conversa com Anderson Barros. Tínhamos marcado uma reunião para o início desta semana, mas tive um problema de saúde com meu filho e não pude comparecer. Resolvi não deixar o jogador no Bahia devido à falta de respeito que alguns dirigentes têm – confessou.

Caso Madson não compareça ao treino desta quinta-feira, marcado para às 09h, ele será punido pelo Bahia, inclusive com multa financeira, como aconteceu com o goleiro Marcelo Lomba e o volante Hélder.

Fonte: Rafael Santana –GLOBOESPORTE.COM

Foto: ECB