Madson vê oportunidade para evolução

Após descanso em Itaparica, Madson vê oportunidade para evolução

Jovem ala tricolor passa folga em Mar Grande, diz que se espelha em Daniel Alves e promete usar período de treinos para evoluir


Lateral diz que se espelha em Daniel Alves

Cinco dias de sombra e água fresca, tendo de um lado as maravilhas da Baía de Todos os Santos e do outro a tranquilidade típica da Ilha de Itaparica. A descrição parece até propaganda de agência de turismo, no entanto, foi nesse cenário que o lateral Madson passou toda a folga concedida pelo técnico Cristóvão Borges. Após viver todo a tensão da crise que atingiu em cheio o Bahia no início da temporada, o jovem atleta decidiu aproveitar o tempo livre para acalmar os ânimos e tentar lembrar apenas do bom início do Tricolor no Brasileirão. O local escolhido foi a praia de Mar Grande, onde ele cresceu e tem familiares morando até hoje.

– Foram cinco dias que aproveitei para descansar bastante. Fui para Mar Grande, na Ilha de Itaparica, onde meus pais moram. Deu para ficar mais tranquilo. Curti a praia, vi pessoas que nunca mais tinha visto. Voltei para as minhas origens, que é muito importante. Agora é voltar com o gás todo para esse período de treinos, que será fundamental para corrigir os erros e voltar bem na retomada do Campeonato Brasileiro – disse o jogador.

Titular nas primeiras rodadas do Brasileirão, Madson espera utilizar a tranquilidade adquirida após o período em Mar Grande como combustível para aprender com Cristóvão Borges e continuar como camisa 2 do Bahia na sequência da competição nacional. O próximo compromisso do Tricolor pela Série A está marcado para o dia sete de julho, contra o Corinthians, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

– Vamos intensificar os treinamentos nesse período em que o Brasileirão está paralisado. O professor Cristóvão sabe as coisas que foram boas e as coisas que não deram certo no time, o que tem que melhorar. Ele vai focar na evolução da equipe, para voltarmos bem – comentou.

Torcida pela Seleção Brasileira

Mesmo longe das partidas oficiais durante a pausa no Campeonato Brasileiro, Madson não deve se desligar totalmente do futebol. O jovem atleta tricolor confessa que, após os treinos no Fazendão, deve passar boa parte do tempo assistindo em casa as partidas da Copa das Confederações, principalmente os duelos envolvendo a Seleção Brasileira, mesmo que o time treinado por Luis Felipe Scolari não seja o favorito para faturar o título do torneio.

– Vou assistir os jogos pela televisão. Ao meu ver, não vejo a Seleção Brasileira como favorita. Mas tratando-se de Brasil, podemos esperar tudo. De qualquer forma, vou torcer e espero que a Seleção desempenhe um bom futebol – declarou Madson.

Daniel Alves é um espelho

 

Para o lateral tricolor, assistir os jogos do Brasil não serão apenas diversão, mas também uma oportunidade de aprender com um ídolo criado no Fazendão. Na Copa das Confederações, Daniel Alves se transformará em referência para Madson, que espera trilhar o mesmo caminho do camisa 2 do Barcelona.

– O Daniel Alves é um espelho. Um jogador que estou sempre observando. Ele foi revelado no Bahia e vou torcer por ele e pela seleção – concluiu.

 

Fonte: Thiago Pereira – GLOBOESPORTE.COM.

Foto: ECB