Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Manda quem pode: Juiz ‘não relata em súmula cânticos ‘racistas’, nem arremesso de objeto

3

Juiz 'alivia' Grêmio e não relata em súmula cantos de organizada e arremesso de objeto

O árbitro de Grêmio e Bahia, Péricles Bassols, ‘aliviou' e não fez qualquer relato na súmula dos cantos de "macaco" feitos por uma organizada tricolor nem tampouco do arremesso de um maço de cigarros sobre médico adversário. Segundo o juiz carioca, "nada houve de anormal" durante a vitória de 1 a 0 dos donos da casa, neste domingo.

O representante dos visitantes, Márcio Santana, não ficou ferido, mas entregou o objeto ao delegado da partida ao fim dos noventa minutos.

A reincidência preocupava os dirigentes gaúchos. No compromisso anterior, contra o Santos, um celular havia sido lançado no gramado e foram registrados ainda os atos de racismo contra o goleiro alvinegro Aranha.

Na próxima quarta-feira, o Grêmio será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e corre risco de ser até mesmo excluído da Copa do Brasil. O confronto de volta com o clube paulista foi adiado também.

Na última quinta-feira, a torcedora gremista Patrícia Moreira foi flagrada pelas câmeras da ESPN chamando o goleiro Aranha, do Santos, de "macaco", durante partida de ida das oitavas de final da competição. Ao lado dela, outros quatro torcedores foram identificados pelo próprio clube, que encaminhou as imagens para as autoridades. Ele espera, assim, reduzir as chances de saída do campeonato.

Na avaliação de seus membros, a punição mais justa seria a aplicação da multa pecuniária que pode chegar a R$ 100 mil. Casos assim se tornaram comuns na Arena do Grêmio nos últimos anos.

Comentários