Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Manifestações mais ‘organizadas’

0

Novos estádios devem mudar cultura do torcedor no Brasil, diz psicólogo

Raphael Zaremba acredita em manifestações mais 'organizadas' em arenas do país. Episódios na volta do Campeonato Brasileiro reacendem discussão


O Brasil ganhou novos estádios com a Copa das Confederações e outros virão até a Copa do Mundo, em 2014. Reformadas ou novas, as arenas exigem um novo comportamento do torcedor, considerando aspectos como a proximidade do gramado ou assentos numerados. Para o psicólogo e professor Raphael Zaremba, as mudanças na maneira de torcer não serão drásticas, mas são inevitáveis no novo cenário.

– Ele (torcedor) não vai precisar mudar a forma dele torcer, só que isso vai ser feito de uma maneira um pouco diferente, mais organizada, entre aspas. Certamente há uma mudança na cultura do torcedor brasileiro e na cultura brasileira – considerou.

A Copa das Confederações, que adotou o chamado "padrão FIFA" e foi considerado um teste para a Copa do Mundo, tudo ocorreu bem. Na continuidade do Campeonato Brasileiro, logo na primeira rodada após a competição da FIFA, os problemas começaram a aparecer: um torcedor do Fluminense invadiu o gramado na partida contra o Botafogo, na Arena Pernambuco, e um copo foi jogado no campo no duelo entre Flamengo e Coritiba, no Mané Garrincha, em Brasília.

Torcedor invadiu campo, na Arena Pernambuco, para tietar Fred

invasão torcedor arena pernambuco (Foto: Antônio Carneiro/ Pernambuco Press)

Nos dois casos, os torcedores acabaram retirados das arquibancadas por policiais. O delegado Orlando Zaccone acredita que as novas arenas facilitam o trabalho da segurança e aposta na diminuição da violência.

– Cada vez mais os estádios se assemelham aos espaços de espetáculo. Então, os comportamentos são mais previsíveis e, portanto, o policiamento fica mais fácil e a possibilidade de ocorrências é menor – considerou.

Nos fatos registrados no Recife e em Brasília, os torcedores foram identificados, o que ajuda o clube a se livrar de possíveis punições. A expectativa é que o público pense também nas consequências e evite causar problemas no decorrer do Campeonato Brasileiro e em outras competições.

– O clube pode ser punido de R$ 100 a R$ 100 mil e, dependendo da gravidade, se for algo grave, mais a perda de uma até 10 partidas, e essa responsabilidade também se estende ao clube visitante – explicou o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Flávio Zveiter.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: SporTV

Foto: Antônio Carneiro/ Pernambuco Press – Reprodução SporTV – OPERAMUNDI

 

Comentários